Maria Júlia Coutinho está com tudo, mas não está prosa. A TV Globo já tinha planos para elevá-la de vez ao posto de apresentadora de seus telejornais, mas depois do episódio em que a jornalista recebeu ofensas racistas na internet, esse processo foi acelerado. O canal avaliou que essa era a melhor decisão a ser tomada, especialmente, pelo grande apoio dos telespectadores. O CAT, Central de Atendimento ao Telespectador da Globo, recebeu número recorde de mensagens e perguntas sobre a repórter, que até então ficou conhecida em todo o país por ser "garota do tempo" do 'Jornal Nacional'. 

A informação foi confirmada nesta quarta-feira, 08, pela coluna Zapping do jornal Agora São Paulo.

Publicidade
Publicidade

De acordo com a publicação, a popular Maju passará a ser âncora do 'SP TV'. No entanto, por enquanto ela só apresentará o telejornal local de São Paulo quando os nomes principais do jornalístico estiverem de folga ou de férias.  A decisão é informada um dia depois de uma das pessoas a ter cometido racismo contra a "garota do tempo" ser identificada. Um rapaz de 15 anos vai ter que cumprir medidas socioeducativas. Por ser menor de idade, sua identidade não foi revelada.

Tudo começou após a equipe do 'Jornal Nacional' fazer um post na página do jornalístico na internet com um link para a previsão do Tempo feita por Maria Júlia Coutinho. Diversos comentários preconceituosos referentes à cor da repórter foram feitos. De acordo com a TV Globo,  a ação foi orquestrada e cerca de cinquenta mensagens foram publicadas na rede social do programa noticioso.

Publicidade

A emissora estuda medidas judiciais para tomar no caso. Além do canal, o Ministério Público também investiga as ofensas.

Maju, por sua vez, disse no próprio 'Jornal Nacional' que, infelizmente, sempre conviveu com o preconceito. Ela informou ao público que não chorou por conta do assunto, mas que acha a situação muito triste. Além disso, agradeceu às milhares de mensagens de carinho recebidas por amigos e telespectadores. A edição com o comentário da jornalista é considera histórica. 



#Entretenimento #Famosos #Televisão