Ele é um dos nomes mais #Famosos da #Televisão brasileira. Esteve em programas como o de Chacrinha e de Fausto Silva. Com seu jeito trapalhão, Antonio Pedro da Silvia e Souza, teve seu apelido, Russo, repetido inúmeras vezes. Ele aparecia das mais variadas formas possíveis na atração. As fantasias de animais e de mulher foram as que conquistaram mais os telespectadores. No entanto, aos 84 de idade, Russo vive uma situação difícil. Recentemente, ele sofreu um AVC, Acidente Vascular Cerebral, e teve que ficar seis dias internado em uma clínica do Rio de Janeiro. 

Em entrevista ao jornal carioca Extra, Russo lembrou da época no hospital. O ex-assistente de palco disse que não tem qualquer sequela do Acidente Vascular Cerebral. "Eu estou muito bem, a única coisa que me incomoda às vezes é minha mão esquerda. Ela fica dormente  e dói um pouco. Preciso agradeceu aos meus fãs, a todo mundo que orou muito por mim. Fiquei muito emocionado com tudo o que aconteceu. Fiquei sabendo de pessoas que se mobilizaram em suas orações, isso é muito bonito. Toda essa preocupação e carinho que recebi valem muito", disse emocionado ao impresso.

Apesar do susto, Russo não pensa em ficar parado. Ele quer voltar a trabalhar o mais rápido possível. Para isso, quer uma ajudinha de Maria da Graça Xuxa Meneghel. Ela estreia seu novo programa na TV Record no próximo dia 17. O ex-assistente confessou ainda que não tem nem mais intenção de voltar à TV Globo, emissora na qual trabalhou por décadas. "Não consigo ficar parado, sempre trabalhei. Toda a minha vida foi dedicada à televisão", contou.

"Eu aproveito essa entrevista para pedir ajuda à Xuxa, gostaria muito de trabalhar com ela na televisão. É isso que me dá felicidade, fôlego. Ainda tenho muita disposição para encarar uma jornada de esforço, que para mim é pura diversão", revelou.  #Entretenimento

Apesar de reclamar da falta de dinheiro, Russo recebe uma aposentadoria de R$ 1,2 mil do governo. Além disso, mesmo não trabalhando mais ele recebe um salário de R$ 2,4 mil da Globo, que prometeu pagar a quantia até 2019.