A cantora Negra Li participou do 'The Noite', exibido pelo SBT, na noite desta sexta-feira, 17. A Danilo Gentili, a rap que voltou a fazer parte do RZO fez um desabafo. Negra Li lembrou que no ano que vem completa duas décadas de história na música e que teve que pular muitos obstáculos para ter seu reconhecimento do público e de outros artistas. Segundo Li, ela se sentiu vítima de muito preconceito.  

Negra Li contou que teve dificuldade para se inserir no mercado da música por ser negra e mulher. Que o fato de ser pobre e de um estilo não muito privilegiado, o rap, contribuiu para que ela passasse muito tempo no limbo.

Publicidade
Publicidade

A cantora revelou também que teve preconceito das duas partes, do público rico, mas também de pessoas que vinham da favela. Segundo a famosa, seus colegas na música também não davam muita bola para ela e nas premiações ela era "subestimada". No entanto, Li disse que conseguiu superar todas essas adversidades e conquistar seu lugar no cenário nacional.

Li ainda polemizou, dizendo que a comunidade negra viveria em uma escravidão, só que intelectual. Segundo ela, as pessoas não fazem o que querem com medo do que a sociedade irá falar.  'O negro não pode nem fazer plástica porque já quer mudar de raça', explicou Negra Li, que lembrou que pessoas brancas fazem isso o tempo todo, mas não sofrem esse tipo de questionamento. 'Branca troca o nariz, alisa o cabelo toda hora, mas ninguém diz nada', continuou a celebridade que disse que no nosso mundo não há liberdade verdadeira. 

Negra Li ainda disse que a história ensina que a escravidão acabou, mas que os negros ainda seriam escravizados por outros fatores, como a condição social e o tom de pele.

Publicidade

 Os comentários da cantora em entrevista a Danilo Gentili logo repercutiram nas redes sociais. T.D do Rio de Janeiro concordou com a famosa: "ela está certa, é um absurdo o próprio negro ser racista com ele mesmo". Já F.S. de São Paulo discordou um pouco, dizendo que não existe esse preconceito todo que Negra Li relatou: "acho que existe uma barreira, mas ela não chega a ser insuperável, o que não dá é para as pessoas ficarem de coitadismo", publicou o rapaz. #Entretenimento #Famosos #Televisão