A Rede Globo de #Televisão começou a exibir nesta quinta-feira, 30, as primeiras chamadas de 'A Regra do Jogo', sua nova novela das nove. Assinada por João Emanuel Carneiro a trama está sendo esperada com gritos de "aleluia". Dificilmente, por mais que se esforce, o folhetim do mesmo autor de 'Avenida Brasil' irá ser pior do que 'Babilônia'. E nem é só da audiência não. O pior problema do drama de Gilberto Braga, João Ximenes Braga e Ricardo Linhares é o mau andamento do enredo. O principal produto do canal se tornou sem nexo e a novela do começo nada tem a ver com a que está em seus capítulos finais.

Sabe aquela dor de cabeça que te deixa as vezes um pouco desnorteado? É assim que boa parte dos telespectadores de 'Babilônia' está se sentindo após meses tentando, mas pouco conseguindo responder aos porquês da história.

Publicidade
Publicidade

Para tentar subir um pouco no Ibope, até que tem dado realmente resultados na audiência da grande São Paulo, a novela apostou no "quem matou?". Bruno Gagliasso, que já havia reclamado da censura nas #Novelas brasileiras em uma premiação, teve seu personagem, Murilo, morto. Sorte ou azar?

Faltou pulso firme dos autores da trama, que no começo começaram sendo criticados, mas tentaram mudar tanto, que a trama de hoje é bem pior do que a de antes. Não dá para se basear sempre no que o telespectador quer. Mudanças são quase sempre necessárias depois do primeiro mês de novela, mas não dá para ceder em tudo. Trama gay, embate entre Beatriz (Glória Pires) e Inês (Adriana Esteves), personagem que deixou de sair do "armário", filha que ia ser prostituta, mas virou mulher boazinha. Teve um tudo ao longo dos últimos meses.

Publicidade

'Babilônia' chega a seu mês final com o sentimento de que bom que está acabando e que ruim que ainda não acabou. Nada contra Gilberto Braga e companhia, ele já provou diversas vezes que é muito competente. No entanto, dessa vez se mostrou perdido. Os noveleiros de plantão provocaram até crises em revistas, que perderam público se dividindo entre as demais novelas, da Globo e da concorrência#Entretenimento