O SBT continua com suas mudanças repentinas na programação. Neste sábado, 29, estreou o 'Sabadão Sertanejo', programa apresentado por Celso Portiolli, que horas depois faz outro programa no canal de Silvio Santos, o 'Domingo Legal'. O produto que foi ao ar era para ser apenas um piloto, mas como o dono do canal gostou, a produção não teve que ter trabalho de chamar outros artistas. Para a estreia, praticamente um show completo da dupla sertaneja Zezé di Camargo e Luciano. Além dos cantores, já depois da meia noite, Celso recebeu Pedro Manso e Nina, exibindo vídeos da internet.

A ideia é que os próximos programas tragam novamente um artista principal, para assim fazer uma homenagem através de outros cantores.

Publicidade
Publicidade

Se Silvio Santos não lançar novamente uma grade voadora, o programa tende a ficar no ar, já que é bem barato de ser produzido. No entanto, o 'Sabadão Sertanejo' tem dois grandes concorrentes no horário. Na Record, o 'Legendários' já consome uma grande fatia dos telespectadores. Já o 'Altas Horas' da TV Globo é uma atração consagrada.

O programa começou por volta das 22h40, recebendo com 7,6 pontos do 'Bake Off Brasil'. Dez minutos depois, Celso Portiolli estava com 5 pontos. Após o fim do 'Programa da Sabrina', às 23h01, a atração voltou a subir, marcando 7 pontos. No horário, a Record marcava 10 e a TV Globo 11 pontos. Às 00h02 o programa voltou a cair para 5 pontos. Cada ponto representa cerca de 67 mil domicílios na maior cidade do país. 

O cenário pobre do programa chamou a atenção nas redes sociais.

Publicidade

Deu a impressão que não se teve o menor cuidado com o que ia ao ar. O 'Sabadão Sertanejo' já havia sido exibido pelo SBT entre os anos 1991 e 2002, época em que era comandado por Augusto Liberato, que além de chamar os artistas para cantarem também fazia várias brincadeiras com a plateia. O 'Sabadão Sertanejo' 2015 apostou em bailarinas para preencher um estúdio que parecia uma mescla do que sobrou do 'Domingo Legal' e do 'Programa Raul Gil'.

O ponto diferencial entre as versões apresentadas por Augusto Liberato e Celso Portiolli é que na de Gugu os cantores faziam as apresentações em playback. Agora, uma banda faz todos os arranjos das músicas apresentadas. A direção da atração fica a cargo do mesmo profissional que também comanda o 'Domingo Legal', o diretor Roberto Manzoni, o Magrão.  #Entretenimento #Famosos #Televisão