A novela Babilônia, da TV Globo, foi rejeitada logo quando começou a exibir teasers nos intervalos comerciais. Depois da estreia, com pouco tempo no ar, aconteceu um beijo gay entre duas senhoras, o que acabou criando um clima de intolerância. O público achou que as produções da emissora estavam muito repetitivas e a crítica não perdeu a oportunidade de listar os defeitos da trama.

Depois de inúmeras tentativas para recuperar a audiência e bater de frente com Os Dez Mandamentos, novela exibida na Record que ficou em primeiro lugar várias vezes desde a estreia, o folhetim provou que o enredo não chamava mais a atenção do público.

Publicidade
Publicidade

A estreia do remake infantil do SBT, Cúmplices de um Resgate, ficou em primeiro lugar em seu primeiro dia de exibição e apontava para uma derrota da emissora platinada no horário de Babilônia.

A novela teve mortes bizarras, ressureição no último capítulo e reviravoltas que intrigavam até as crianças. A novela apelou para tudo: sexo, homossexualidade, religião, adultério e até violência explícita com uma personagem em um famoso “micro-ondas”, comumente usado pelos traficantes cariocas durante as execuções nas favelas.

No último capítulo, SBT e TV Record não precisaram se preocupar com uma possível mudança de interesses do público, pois muita gente nem sabia que a novela global havia chegado ao fim. O que houve de mais forçado na reta final da novela foi o ressurgimento de Otávio, que havia morrido no começo da história, mas surgiu como um broto de feijão no algodão após uma noite.

Publicidade

Além de nunca ter morrido, foi possível descrever que ele era um assassino, o assassino misterioso de Murilo.

Além disso, o último capítulo teve uma cena inspirada em Os Mercenários, quando o personagem de Bruce Willis consegue sair de um carro em movimento com maestria, disparar sua arma, destruir os vilões e voltar todo poderoso para o carro. Na novela, Beatriz acelera o veículo como se estivesse prestes a participar do mais novo racha de Velozes e Furiosos e de repente, Inês “brota” na cena e entra no carro em movimento.

Para encerrar com "chave de ouro", aconteceu mais um beijo gay que gerou inúmeras críticas nas redes sociais. As críticas não foram decorrentes do envolvimento homossexual, mas sim pela emissora fazer questão de focar nesses relacionamentos. O público alvo predominante acaba procurando outra alternativa e nessa hora, a novela bíblica da TV Record “Os dez Mandamentos” e a infantil do SBT “Cúmplices de um Resgate” ganharam espaço e consolidaram fãs. Para quem não acompanhou as emoções finais da trama global, a mesma será reapresentada neste sábado (29), logo após o Jornal Nacional. #Entretenimento #Televisão #Novelas