O brasileiro tem a fama de sempre encontrar um "jeitinho" para tudo. Se a pessoa não tem como pagar a TV a Cabo, dá-se um "jeitinho". Se não tem como passar no concurso ou na prova da faculdade, consegue encontrar um "jeitinho" de conseguir uma boa nota, dentre outras situações.

Só que todo "jeitinho" tem seu preço. Às vezes, é preciso pagar este valor com um favor, outras vezes, paga-se com dinheiro mesmo. E o preço depende do quão trabalhoso foi o "jeitinho" encontrado para atender o cliente.

E nem a Rede Globo escapou. A emissora, uma das mais famosas do mundo quando se trata de #Novelas, sofre com a mídia, que procura revelar com antecedência o que vai acontecer nos próximos capítulos. A Globo sempre divulga o resumo, mas para a mídia, só isso não basta, é preciso muito mais, como, por exemplo, informações exclusivas.

Publicidade
Publicidade

A mídia que procura pelo que vai acontecer nas próximas cenas cresce ainda mais quando uma novela está chegando ao fim.

Para conseguir saber o que vai acontecer nos momentos finais da novela, já faz algum tempo que no Projac, onde são gravadas as novelas da Globo, instalou-se o "mercado de finais", ou seja, funcionários da própria emissora oferecem informações que deveriam ser secretas para a empresa que pagar mais.

Estas empresas, geralmente são os jornais, revistas e os grandes portais da internet, que sempre querem sair na frente, revelando o que irá acontecer no final da trama, e pagam entre R$ 3 mil e R$ 5 mil por informações sobre o final da novela.

A Globo monta uma verdadeira operação de "guerra" quando está aproximando os capítulos finais da novela, mas nem isso tem impedido que as cenas "vazem" para a mídia.

Publicidade

A emissora já experimentou reduzir o número de funcionários nas cenas finais, já tentou gravar mais de um final para a mesma novela, já quis manter as pessoas envolvidas longe do mundo externo até a novela ir ao ar, mas nada foi suficiente para conter os tais "vazamentos".

Este problema é antigo dentro da Globo e se já existia antes da internet, imagina agora que tudo ficou mais fácil, com um smartphone na mão, conectado à internet. As informações vazam em questão de segundos.

Vale lembrar que, se algum funcionário da Globo for descoberto comercializando qualquer tipo de informação interna, principalmente cenas de novelas, poderá ser demitido por justa causa. #Entretenimento #Televisão