A Record, quando vai escolher os participantes para o seu reality rural, faz uma imensa lista, como nomes de #Famosos, sendo que alguns nem são tão famosos assim, ou já foram há alguns anos atrás. Mas ser muito ou pouco famoso não é um critério de escolha para os participantes, pois o que a emissora faz questão mesmo é de convidar pessoas polêmicas.

Se o artista é polêmico, mesmo que ele esteja há anos longe da mídia, será convidado da emissora, porque assim, o custo para a realização do programa é baixo e o reality conta com pessoas conhecidas, mesmo que tenha sido através de polêmicas.

Para A Fazenda 8 não será diferente, a produção do reality buscou por nomes polêmicos e um deles é o de "Rafael Ilha", cantor do grupo Polegar que foi do sucesso ao fundo do poço.

Publicidade
Publicidade

O ex-integrante do Polegar, que fazia tanto sucesso entre as mulheres, hoje é lembrado principalmente pelo seu passado envolvido no mundo das drogas e pelos muitos problemas que ele teve com a polícia.

A apresentadora Sônia Abrão escreveu a biografia de Rafael Ilha, "As Pedras do Meu Caminho" e o futuro peão revelou que ele deixou de ser um popstar para se tornar um gerente do crime. Ilha atuava em uma favela do Rio de Janeiro e sofria com a pressão do tráfico e também da mídia, já que era bastante conhecido.

O músico, que ficou viciado em crack, chegou ao traficante Zuzu e se envolveu com muita gente da pesada. Em um certo momento da vida, sem ter nada e nem para onde ir, acabou sendo "acolhido" pelo traficante e começou até a usar um fuzil. Ficou responsável por avisar os criminosos sempre que a polícia chegava na favela e também ficou responsável por "segurar" a polícia na entrada do morro para que os traficantes tivessem tempo de fugir.

Publicidade

Depois foi "promovido" a gerente, se tornando o braço direito do traficante que comandava o morro.

Rafael Ilha chegou a ser atingido por uma bala, em um dos confrontos com a polícia. A bala acertou seu ombro e ele foi atendido em um pronto-socorro que foi montado de forma improvisada dentro da favela mesmo, só para atender os traficantes.

Agora, Rafael terá uma oportunidade em sua vida de se redimir, mostrar para o público que mudou. Suas chances de faturar os R$ 2 milhões são pequenas, pois não conta com grande torcida, como outros participantes, por isto ele sabe que além de disputar com os demais peões e peoas, vai ter que conquistar principalmente, o público aqui fora. #Televisão #A Fazenda 2015