O 'Tomara que Caia' completou um mês no ar neste domingo, 09. O programa em suas quatro semanas no ar foi alvo de todos os tipos de piadas possíveis. Com baixa audiência e perdendo até para Silvio Santos, o humorístico é taxado de sem graça. Com um aplicativo um pouco disfuncional, o programa virou o preferido para o bullying virtual. Nas Redes sociais, os internautas pedem de tudo para colocar no lugar do 'Tomara que Caia'. As sugestões são bem criativas e vão desde a 'Santa Missa' até a 'Bob Esponja', desenho animado comprado recentemente pelo SBT.

Durante as últimas duas semanas, Boninho, diretor da atração e de boa parte dos programas da Globo, tentou com os atores e equipe do humorístico, encontrar soluções para tentar reverter a situação e tornar o produto um sucesso.

Publicidade
Publicidade

O problema é que muitos telespectadores esperavam que o 'Tomara que Caia' fosse um 'Sai de Baixo' interativo. Mas o programa não tem qualquer relação com o sitcom de Miguel Falabella. O 'Sai de Baixo' tinha uma história contínua e se baseava na rotina de uma família que brigava bastante. Com personagens caricatos, como a Magda, Marisa Orth, o humorístico caiu no gosto popular.

Fórmula parecida, mas sem o teatro, teve a 'Grande Família', que só na sua segunda versão ficou mais de uma década no ar. É isso que falta a Boninho e a seu 'Tomara que Caia', um projeto que se identifique com os brasileiros. Não adianta colocar uma parafernalha em torno de um programa. A tecnologia não pode se sobrepor à história. É o enredo que tem que chamar a atenção. São os atores e seus personagens que precisam conquistar a galera.

Publicidade

Não é porque o mundo esteja mais cibernético que os valores tenham mudado tanto assim.

Prova disso é 'A Praça é Nossa', que com investimentos bem menores e em um canal que também tem menos audiência, o tradicional programa de Carlos Alberto de Nóbrega, mostra que simplicidade é tudo. O banquinho da praça não fica só nos bordões, mas sim aposta nos causos e faz relações com a atualidade. Simples, mas inteligente e intuitivo. Nada como a tortura dos domingos.  #Entretenimento #Famosos #Televisão