O governo brasileiro está em uma crise diplomática como poucas vezes já se viu. Isso porque o #Governo do Paraguai acusa o do Brasil de invasão da soberania nacional. A crise acontece em um momento em que Dilma Rousseff e Horácio Cortes, presidente do Paraguai, haviam estreitado relações. O embaixador brasileiro em Assunção foi convocado às pressas para comparecer nesta sexta-feira, 31, à embaixada do Paraguai. Lá, ouviu as reclamações oficiais do governo do país vizinho. A embaixada do Paraguai em Brasília também enviou uma carta reclamação ao Itamaraty, que estuda como contornar a situação.

A crise diplomática foi exposta neste sábado, 01, pelo jornal Folha de São Paulo.

Publicidade
Publicidade

Segundo a publicação, o motivo da queixa de deve a uma troca de tiros registrada perto da fronteira entre o Brasil e o Paraguai. Uma incursão do exército brasileiro fazia uma operação no Rio Paraná, próximo a cidade de Salto del Guairá, que faz divisa com dois estados tupiniquins, Mato Grosso do Sul e Paraná. Segundo o exército brasileiro, a operação era para prender contrabandistas na região.

O jornal do Paraguai ABC Color diz que foram dois dias de troca de tiros. A operação teria ocorrido entre os dias 28 e 29 de julho. Moradores do Paraguai teriam ouvido os disparos e ficado assustados. O objetivo do exército brasileiro seria tentar impedir a entrega de mercadorias falsificadas do Paraguai ao Brasil. De acordo com ambos os governos, nenhum civil, criminoso ou militar ficou ferido. Não foram informados também que tipo de material teria sido apreendido ou se alguém haveria sido preso.

Publicidade

O tiroteio com os contrabandistas aconteceu a apenas 100 metros de distância da fronteira paraguaia. A operação do exército brasileira foi batizada de Ágata e está ocorrendo há duas semanas. Por meio de nota, o governo paraguaio disse que mantém relações de cooperação com o Brasil, inclusive, no combate ao crime de contrabando, mas classificou o episódio como invasão à sua soberania e quer uma resposta à altura ao fato. #Mercosul