Nesta segunda-feira, 24, a apresentadora Maria da Graça Xuxa Meneghel trouxe um programa recheado de atrações. Uma das convidadas foi a também comunicadora Sabrina Sato, que falou sobre como é improvisar em sua atração no canal do bispo da Igreja Universal do Reino de Deus, Edir Macedo, a TV Record. A dupla de cantores sertanejos Zezé di Camargo e Luciano também entoou os seus sucessos ao lado da eterna "rainha dos baixinhos" no RecNov, centro de produção dramatúrgica da Record, localizado no Rio de Janeiro. Os dois filhos de Francisco contaram que estão em um projeto para serem enredo de uma escola de samba carioca em 2016. De acordo com dados preliminares do Ibope, o segundo programa de Xuxa marcou em torno de 7 pontos de audiência.

Publicidade
Publicidade

3 a menos do que na estreia. 

Estreia teve boa audiência, mas para algumas pessoas deixou a desejar

Na estreia da mãe de Sasha em sua volta à #Televisão, ela marcou 10 pontos de audiência na cidade de São Paulo (cada ponto representa cerca de 67 mil domicílios na maior cidade do país). Um Ibope que muita gente achou baixo, mas que em algumas regiões do país, como no Rio de Janeiro, aumentou em mais de 100% o número de televisores ligados. De acordo com o colunista do UOL Ricardo Feltrin, não existe uma pressão de audiência em torno de Xuxa no canal de Edir Macedo. A contratação dela está ligada ao fato de que a emissora quer mesmo ser notada. A rede de TV sempre reclamou por se sentir excluída do noticiário especializado, ganhando menos espaço que as concorrentes. 

Propaganda em jornal vinculando Xuxa a homossexuais chamou a atenção

Neste domingo, 23, a TV Record fez o chamado "marketing de guerrilha" em torno do nome de Xuxa Meneghel.

Publicidade

O canal pagou um anúncio no jornal Folha de São Paulo em que a "rainha dos baixinhos" aparece apoiando o casamento homossexual. Frases ditas pela mãe de Sasha falando sobre o assunto ganharam destaque no impresso. A ideia da rede de TV é fazer polêmica em torno da comunicadora, dizendo que Xuxa irá falar de todos os assuntos. O slogan da propaganda ainda acaba dando uma cutuca na TV Globo, que por anos teria proibido a animadora a falar e fazer diversos tipos de coisas que sempre quis.  #Entretenimento #Famosos