Está difícil para a Record conseguir o retorno de toda a fortuna investida no programa "Xuxa Meneghel". Só o cenário custou mais de R$ 1,3 milhão e passou a ser o mais caro de todos os programas da TV brasileira. Fora o altíssimo valor gasto com produção e tudo mais que é preciso para a realização da atração, que vai ao ar nas noites de segunda-feira ao vivo.

Logo na estreia, o programa da Xuxa já fracassou, pois era esperado uma audiência na casa dos 22 pontos e o resultado ficou na média dos 10 pontos, abaixo da metade do que era esperado. Nas semanas seguintes, tem-se registrado números cada vez mais baixos. A apresentadora chegou a dizer que ela não seria pressionada para dar audiência, mas, qual emissora investe tanto em um programa sem precisar se dar ao luxo de ignorar o Ibope?

O "Programa do Ratinho" no SBT, sem nenhum investimento, está conseguindo a segunda posição nas noites de segunda-feira, com folga.

Publicidade
Publicidade

A Record tem feito sua parte, por exemplo, nesta segunda-feira (21) anunciou que iria revelar os nomes de 3 participantes no programa da loira e realmente eles foram revelados. Mara Maravilha, Amaral e Rayanne Moraes estiveram no palco e, mesmo assim, a audiência não subiu.

Só a presença de Mara era para ser motivo de um Ibope alto, já que ela e a Xuxa no passado eram apontadas como "inimigas", pois disputavam a atenção do público infantil na década de 80 e 90. A apresentadora recebeu a baiana super bem, não poupou elogios, contou histórias do passado e deixou claro que tudo que existe entre elas é respeito e amizade.

Tammy Miranda também esteve no programa e falou de temas polêmicos, sexualidade e teve ainda Preta Gil, que ficou super à vontade no sofá da "Rainha dos Baixinhos" e, nem assim, com todo este elenco, a audiência não subiu.

Publicidade

O "Xuxa Meneghel", de acordo com os dados preliminares fornecidos pelo Ibope, só conseguiu 5,7 pontos na média e teve picos de 8,9 pontos. O SBT, sem precisar fazer nenhum investimento, garantiu a vice-liderança com 7,4 pontos de média. Cada ponto equivale na capital paulista a 67,1 mil domicílios, cerca de 197 mil telespectadores. #Televisão #Blasting News Brasil #A Fazenda 2015