Ontem Chimbinha, guitarrista da banda Calypso, assumiu publicamente que traiu a esposa Joelma e negou estar vivendo com outra mulher. Após a confissão e a repercussão da mesma, um fato da vida do casal veio à tona: essa não é a primeira vez que o músico trai a mulher.

Segundo coluna dos #Famosos do site R7, em 2006, Chimbinha foi processado pela tecladista Claudia Juliana Moia, exigindo o reconhecimento de paternidade da filha que o casal teve quando ele ainda estava no começo do casamento com Joelma. Foi realizado um exame de DNA que comprovou a paternidade do músico.

Mesmo depois do resultado positivo, Chimbinha não quis assumir a paternidade da menina, que na época tinha oito anos de idade.

Publicidade
Publicidade

Na ocasião ele pediu uma contraprova sobre o resultado do DNA, esta que lhe foi negada pela justiça. O nome da menina é Rebeca Moia e hoje ela está com dezessete anos de idade.

Depois de uma longa briga na justiça, só em 2012 que Rebeca foi reconhecida judicialmente por Chimbinha e hoje é legalmente filha do músico. Na época, Chimbinha foi obrigado a indenizar a mãe de Rebeca em R$ 114 mil pela pensão alimentícia atrasada desde o nascimento da menina. Já a assessoria de imprensa da banda divulgou na época que Chimbinha sempre pagou a pensão da filha de seu relacionamento extraconjugal desde que nasceu. O assunto hoje está resolvido.

Existe um garoto de dezessete anos que também pode ser filho do músico. Ao que tudo indica, ele é fruto da mesma época em que Chimbinha era um recém casado e já havia se envolvido com a tecladista Claudia.

Publicidade

Essa informação foi publicada pela revista Tí Ti Ti, em 2009 afirmando que Cristiane de Paula dos Santos Gonçalves havia iniciado um processo para reconhecimento de paternidade de seu filho, que foi fruto do relacionamento com Chimbinha quando ela ainda tinha dezessete anos de idade.

Desde então, o assunto não apareceu mais na mídia. Se for verdade, e assim como ocorreu no processo de reconhecimento de Rebeca, seria normal que o assunto corresse em sigilo de justiça por conta de envolver um menor de idade, além disso, conclusões de processos tendem a ser longos. #Entretenimento #Música