Neste domingo, 13, o comunicador e jornalista Fausto Silva usou seu programa na Rede Globo de Televisão, o 'Domingão do Faustão', para soltar o verbo contra o governo federal. Depois da apresentação musical de uma nova série do canal, o  apresentador disse que o Brasil era o país da incompetência. O contratado do canal da família Marinho não parou por aí e lembrou a corrupção que atinge o território nacional. Segundo Faustão, os brasileiros estão sendo vítimas das duas coisas ao mesmo tempo. A fala deu a entender que Fausto falava da presidente da república Dilma Rousseff, que já enfrenta seu recorde de rejeição desde o início do primeiro mandato.

Publicidade
Publicidade

Não é a primeira vez que o comunicador ataca o governo petista. Quando recebeu a atriz Marieta Severo, ele já havia se tornado notícia por falar de política. Dessa vez, o bate papo com Lázaro Ramos também deu o que falar. O famoso preferiu não atacar nenhum governo, dizendo que faz sua parte com projetos sociais e de que os brasileiros precisam se ajudar para as coisas melhorarem. No entanto, Faustão não ficou satisfeito e ainda criticou as redes sociais, que ele chama de "penico do mundo". 

A fala de Fausto Silva acontece em um momento muito delicado do governo federal. Durante todo o fim de semana, a presidente da república de reuniu com os seus ministros. Ela deve anunciar a qualquer momento mudanças em impostos e também cortes em programas sociais. Um dos reunidos com a presidente no Palácio do Planalto, em Brasília, é o ministro Joaquim Levy, que comanda o ministério da Fazenda. 

A presidente Dilma Rousseff tem apenas 7% de aprovação de acordo com uma pesquisa feita pelo Datafolha em agosto.

Publicidade

Em breve, o instituto deve fazer uma nova apuração para ver se as coisas mudaram na cabeça dos brasileiros. Enquanto isso, 81% dos eleitores acham a governabilidade de #Dilma Rousseff ruim ou péssima. Até o vice-presidente, Michel Temer, declarou que será impossível alguém governar por tanto tempo com a popularidade extremamente baixa. #Impeachment