As emissoras de TV simplesmente ignoram as manhãs de sábado, já que a audiência é muito baixa e neste dia e horário colocam qualquer programação, só mesmo para ocupar o tempo, pois sabem que não vale a pena investir. Só que a Globo teve uma ideia que a princípio parecia simplesmente fantástica que seria ir na contra-mão da concorrência e lançar um programa de variedades justamente para este horário.

Enquanto as outras emissoras ignoram as manhãs de sábado com nenhum investimento, a Globo reuniu vários de seus apresentadores e fez um programa, o "É de Casa", onde tem de tudo, desde dicas de culinária, saúde, decoração, enfim, um programa que tinha tudo para dar certo, ainda mais por não ter concorrência.

Publicidade
Publicidade

Só que o plano da Globo não deu certo e após 5 semanas no ar, o "É de Casa" se tornou mais um grande fracasso da emissora. E o mais surpreendente de toda esta história é que o SBT, sem fazer nenhum tipo de investimento extra, conseguiu ficar à frente do programa em todas as 5 semanas.

Nos 5 programas já exibidos, nenhum deles conseguiu manter a liderança no horário e a Globo já não quer esperar muito tempo para mudar novamente sua programação no horário. Se ao menos tivesse garantido audiência na estreia e depois fosse caindo, seria possível mudar alguma coisa, mas nem a estreia contou com bons números. A intenção da emissora é deixar o programa no ar por mais algumas semanas e depois trocá-lo.

E a Globo vai copiar justamente o SBT, que consegue boa audiência nas manhãs de sábado com uma programação voltada para a garotada.

Publicidade

A intenção da Globo é entrar com uma sessão de filmes no lugar do "É de Casa". Seriam filmes exclusivos para o público infantil, no intuito de conseguir roubar a audiência da emissora do Sílvio Santos.

Seria uma solução bem mais barata para a Globo, menos burocrática e que poderia garantir resultados surpreendentes.

Desde que o programa estreou, na redes sociais e principalmente no Twitter, é feita uma campanha pedindo a volta da “TV Globinho”, mas a Globo não deverá voltar com a antiga grade, pois os estudos apontaram os filmes infantis como mais indicados para o público que acorda mais cedo aos sábados e liga a TV. #Entretenimento #Televisão #entrevista