Nesta terça-feira, 1º de setembro, o 'Jornal Nacional' completou 46 anos de vida, sendo o telejornal mais antigo do país, mas perigando perder o posto de noticioso com a maior audiência da #Televisão brasileira. Exibido pela Rede Globo de Televisão desde a década de 60 do século passado, o 'Jornal Nacional' sofreu uma grande mudança em 2015, quando pela primeira vez os apresentadores puderam levantar da bancada. Nos últimos meses, o telejornal apresentador por William Bonner e Renata Vasconcellos teve menos audiência diversas vezes do que o 'SPTV 2ª Edição'. O 'JN' também chegou a marcar médias menores do que o 'Globo Repórter', apresentado por Sérgio Chapelin, que também ficou famoso por ter sido um dos comunicadores que ficou mais tempo no 'Jornal Nacional'.

Publicidade
Publicidade

Enquanto William Bonner e Renata Vasconcellos postavam uma foto com velinhas da fanpage oficial do programa no Facebook, fazendo uma alusão à comemoração dos 46 anos do telejornal, o 'Jornal Nacional' suava para vencer a novela 'Os Dez Mandamentos' da Record. O folhetim assinado por Vivian de Oliveira fechou nesta terça com 19 pontos. No mesmo horário, o 'Jornal Nacional' marcou 24 pontos, 3 pontos a menos do que a segunda edição do 'SPTV'. William Bonner e Renata Vasconcellos também tiveram menos Ibope do que 'A Regra do Jogo', 'I Love Paraisópolis' e por décimos também não perderam para a novela das seis, 'Além do Tempo', que também fechou com 24 pontos. Cada ponto representa cerca de 67 mil domicílios na maior cidade do país. 

O telejornal que já foi apresentado por nomes como Marcos Hummel, Valéria Monteiro, Patrícia Poeta, Fátima Bernardes, Lilian Witte Fibe, Sérgio Chapelin  e Cid Moreira vive uma das suas maiores crises no Ibope.

Publicidade

Para tentar reverter o jogo, o 'Jornal Nacional' aposta na informalidade. Uma das grandes novidades foi a garota do tempo Maria Júlia Coutinho, que movimento as redes sociais neste ano por ter sido vítima de racismo. 

Em 10 anos, o 'Jornal Nacional' perdeu cerca de 10 pontos no Ibope da Grande São Paulo. Em 2005, a média do programa foi de 35 pontos, agora sofre para chegar aos 25.  #Entretenimento #Famosos