O fracasso de 'Babilônia' ainda rende muitas resenhas. Nesta segunda-feira, 31, o programa de humor 'Custe o que Custar', exibido pelo canal de Johnny Saad, a TV Bandeirantes, transmitiu uma reportagem mostrando a última festa do elenco da novela das nove escrita por Gilberto Braga, Ricardo Linhares e João Ximenes Braga. Para a reportagem, a Bandeirantes escalou o repórter e humorista Mauricio Meirelles. Ele, é claro, não poupou as brincadeiras com quem estava ali, tentando esquecer os problemas de audiência do drama e tentar comemorar.

Dentre os entrevistados por Mauricio Meirelles estava o escritor Gilberto Braga. O autor disse que esse tipo de coisa pode acontecer com qualquer produção, já que novela é uma obra aberta.

Publicidade
Publicidade

Além dele, outros envolvidos ao longo dos 143 capítulos em que 'Babilônia' esteve no ar também conversaram com a Band, como os atores Marcos Pasquim, Fernanda Montenegro e Camila Pitanga. Quem também bateu papo com o integrante do 'Custe o que Custar' foi o diretor Denis Carvalho, conhecido pelo seu bom humor.

Uma das missões de Mauricio Meirelles era entender como uma novela das nove, que até então prometeu ser ousada e atrevida, acabou ouvindo a intriga da oposição, fechando em um formato "coxinha". O principal folhetim da Rede Globo de #Televisão acabou se tornando para lá de conservador.

Ao conversar com o diretor da história, Denis Carvalho, o repórter do 'CQC' quis saber quando ele iria fazer a sua primeira novela no canal do bispo da Igreja Universal do Reino de Deus, a TV Record.

Publicidade

 O profissional, é claro, riu da brincadeira de Meirelles. Já Camila Pitanga comparou 'Babilônia' à uma tourada, com o elenco tendo que fazer muitos enfrentamentos. 

A consagrada Fernanda Montenegro não poupou críticas aos próprios telespectadores do folhetim, dizendo que a "caretice" não era uma novidade na dramaturgia brasileira. Segundo ela, a questão é que antes isso era disfarçado, mas que agora acontece de forma escancarada. Um dos momentos mais engraçados foi quando o repórter do 'Custe o que Custar' entrevistou o ator Marcos Pasquim, quando ele teve que falar sobre o seu personagem. Pasquim viveria um homem que sairia do armário no meio da novela, mas os autores mudaram a história. "Não dependia de mim. Eu ia porque era pago para fazer", confessou. #Novelas