O "Tomara Que Caia" é mais um grande fracasso da Globo para este ano de 2015, que, certamente, foi um dos piores para a emissora da família Marinho. Como se já não bastasse a péssima audiência de "Babilônia", e algumas outras atrações que não deram certo, o humorístico das noites de domingo só vem contribuindo para que a audiência caia, ainda mais, após o "Fantástico".

A intenção era criar um programa de humor ágil, na base do improviso, que deixasse o público bem atento para não perder nenhuma das piadas que seriam rápidas, um humor bem moderno. No entanto, tudo deu errado. Para os integrantes da equipe, e toda produção, o programa ainda está achando o rumo, mas, para a direção da Globo, o único rumo a ser dado é o de deixá-lo fora da grade a partir de outubro.

Publicidade
Publicidade

Quando foram feitas as primeiras chamadas, a ideia até que parecia boa e, realmente, o primeiro episódio juntou um grande público na frente da TV. Porém, depois de alguns minutos, o programa já era um dos assuntos mais comentados nas redes sociais e de forma extremamente negativa, pois as críticas eram muitas. "Tomara Que Caia" é uma atração sem graça, cansativa e não consegue prender a atenção de ninguém, pelo contrário, a vontade de quem está assistindo é a de mudar logo de canal.

E como fazer para salvar os episódios finais de um programa neste estágio? Para a Globo, o único remédio é usar o mesmo que foi aplicado no "Vídeo Show", que estava em situação bem parecida, e o nome deste remédio é "Mônica Iozzi".

Desde que entrou no "Vídeo Show", a ex-CQC trouxe um novo estilo, um humor diferenciado, com pegadas rápidas, inteligentes e uma dose extra de polêmica, ou seja, tudo que falta no humorístico. A Globo já bateu o martelo e "Tomara Que Caia" realmente sai do ar em outubro, só que, para garantir números maiores no Ibope, pretende fazer algumas mudanças nestes últimos episódios e, assim, Mônica será uma convidada especial para o próximo domingo, dia 13.

Publicidade

Para muitos, se a senhorita Iozzi estivesse no programa desde sua estreia, em julho, o resultado poderia ter sido menos desastroso, mas, seja como for, ela chega agora para amenizar um pouco todo este fracasso. #Entretenimento #Televisão #Blasting News Brasil