A novela A Regra do Jogo, exibida pela Rede Globo, com autoria de João Emanuel Carneiro, sob a direção de Amora Mautner, Joana Jabace e Paulo Silvestrini, receberá uma intervenção em sua história após a antecipação da sua tradicional pesquisa qualitativa de mercado, devido à sua baixa audiência. Trata-se de um grupo de discussão que reúne alguns telespectadores de São Paulo em uma sala. Eles discutem a história e os personagens, moderados por um conciliador, levantando qualidades, defeitos, pontes fortes e pontos fracos.

Para justificar o fato da produção estar perdendo no ibope para a novela bíblica Os Dez Mandamentos, foi identificado primeiramente que o público não gosta de personagens dúbios, ou seja, que não estão esclarecidamente marcando presença como mocinhos ou como vilões.

Publicidade
Publicidade

Algo semelhante já havia acontecido em Além do Horizonte e Geração Brasil, que também não funcionaram como produtos. Os telespectadores acham Romero um personagem chato e consideram indevida a escalação do ator Alexandre Nero para esse papel, poucos meses após o término de Império.

O motivo de não estarem gostando de Romero é o fato dele estar ligado à uma facção criminosa, que ainda é considerada confusa pelo público, embora possa estar esclarecida para quem acompanha as notícias sobre as gravações das #Novelas brasileiras pela internet. Por causa disso, já ficou estabelecido que, aos poucos, essa máfia será desmascarada.

O público verá a redenção de Romero, como já estava previsto no argumento, mais rapidamente. após ele se apaixonar por Tóia (Vanessa Giácomo), que também será disputada por Juliano (Cauã Reymond) e Dante (Marco Pigossi). Ao passo que Romero provará para Djanira (Cássia Kis Magro) que foram Zé Maria (Tony Ramos) e Orlando (Eduardo Moscovis) os responsáveis pela chacina que envolveu os pais de Tóia, o próprio Zé Maria será mostrado como o grande vilão da trama.

Publicidade

Essas mudanças serão necessárias porque a novela A Regra do Jogo não será encurtada como aconteceu com Em Família e Babilônia. É que a sua substituta, Velho Chico, está correndo contra o tempo para refazer o seu elenco e fazer a sua estreia no dia 7 de março. #Entretenimento #Televisão