Diferente de Katy Perry, que se apresenta amanhã no Rock in Rio, ele levou quatro troféus Grammy neste ano. E não foi a toa. Hoje, Sam Smith provou a que veio e apresentou sua melhor forma para os fãs de #Música pop-romântica no festival que acontece até amanhã no Rio de Janeiro. Em seu show, ele apresentou canções de seu único trabalho em estúdio, o premiado e platinado "The Lonely Hour". As músicas foram compostas por ele mesmo, inspirando-se em um caso de amor com um homem que não deu muito certo. 

No setlist não faltaram canções como "I'm not the only one" e "Together", na sequência. "Leave Your Lover" e "I've Told You Now" foram as terceiras e quartas músicas.

Publicidade
Publicidade

Depois de "Nirvana", "Like I Can" e "Restart", Sam animou o público com uma homenagem merecida.

"Make to Me" foi a penúltima música, seguida do megasucesso "Stay With Me", que levou muitas pessoas às lágrimas, com uma despedida digna de filme romântico. No festival, foi possível ver casais se beijando e outros se formando, para a surpresa de amigos e acompanhantes que foram assistir ao Rock in Rio em grupo.

O show de Sam pareceu um pouco linear devido o pouco tempo de carreira na fama que o moço traça, mas o cantor se esforça e interagiu de todas as formas possíveis com o público, que estava lá mesmo para ver sua amiga, a cantora Rihanna, diva das terras de Barbados. Entre uma fala e outra, ele elogiou o público brasileiro. Em entrevista para a imprensa brasileira, ele declarou novamente sua paixão e disse que está livre, leve e solto e busca se apaixonar novamente.

Publicidade

Quem sabe a estadia de Sam não traga um novo namorado para o moço? Resta esperar.

Apresentação oferece homenagens à Amy Winehouse e Marvin Gaye

Um dos momentos mais agitados do show de Sam foi quando ele começou a cantar "Tears Dry On Their On", de sua conterrânea, Amy Winehouse. A cantora faleceu em julho de 2011 e causou comoção em todo mundo, lembrada sempre por suas polêmicas canções melódicas. Em seguida, Sam cantou a famosa canção de Marvin Gaye, o clássico "Ain't No Mountain High Enough". #Entretenimento #Famosos