A cantora latina Shakira esteve presente em uma conferência na sede da ONU, em Nova York, pedindo investimentos no movimento Revolução da Primeira Infância.

Em seu discurso, a colombiana e embaixadora da boa vontade, afirmou: "Mais de 100 milhões de crianças estão fora da escola e 159 milhões de rapazes e garotas menores de cinco anos têm um atraso físico e cognitivo devido à falta de cuidados e de nutrição adequada. A cada ano que passa sem que façamos um investimento significativo no desenvolvimento na primeira infância nem tomemos iniciativas para fazer face a estas questões, milhões de crianças vão nascer no mesmo ciclo de pobreza e falta de oportunidades. A UNICEF e eu juntamos forças e estamos aqui hoje porque o investimento precoce nas crianças é um assunto urgente e não há nem mais um momento a perder".

Estavam com a cantora também o Secretário Geral das Nações Unidas, Ban Ki-moon, o Diretor Executivo da UNICEF, Anthony Lake, e o Dr.

Publicidade
Publicidade

Jack P. Shonkoff, Director do Centro para a Criança em Desenvolvimento da Universidade de Harvard, bem como líderes de empresas, todos unidos para fazer o mesmo apelo às infâncias desperdiçadas, e em condições miseráveis que nos vemos cercados todos os dias.

Ela ainda causou comoção ao cantar a lendária canção de John Lennon “Imagine”, pois nela, se retrata o sonho de UNICEF para a vida de todas as crianças sem oportunidades no mundo atual. Shakira ainda aproveitou a visibilidade de suas gravidezes para ajudar as crianças atendidas pela UNICEF, realizando chás de bebês virtuais, para que os fãs pudessem comprar itens emergenciais para quem realmente precisa, abrindo mão dos presentes para ela e seus filhos.

A cantora ainda falou sobre a crise humanitária que estamos vivendo, e foi questionada sobre a questão atual da Síria, onde salientou que, as crianças não têm culpa por estarem no meio dessas barbáries, e que toda a sociedade devia se mobilizar em prol das necessidades desses refugiados, principalmente as crianças, que são incapazes de se defender.

Publicidade

#Famosos #Crise