A cantora Anitta “quebrou a #Internet” brasileira neste final de semana. Ela lançou nesta sexta-feira, 9, como prometido em entrevista ao noveleiro Aguinaldo Silva, o videoclipe do novo hit ‘Bang’, faixa que dá título ao também novo álbum, e mobilizou boa parte dos internautas.

De acusações de plágio a críticas pelo excesso de sensualidade combinada com motivos infantis, a ‘poderosa’ viu seu nome alçado ao topo dos assuntos mais comentados nas redes sociais. O que isso significa? Que a nova #Música já chega às paradas com o impulso do principal veículo de comunicação utilizado por seu público-alvo: a web.

A seguir, conheça as causas de tamanha repercussão e entenda porque ‘Bang’ é um tiro certeiro da cantora para cravar ainda mais seu cetro no topo do Pop nacional:

3 - Acusações de plágio

Minutos depois que o vídeo foi lançado no YouTube, fãs e haters (odiadores ou críticos vorazes) iniciaram uma caça às semelhanças da coreografia, do visual e até dos arranjos musicais com produções de outros músicos internacionais.

Publicidade
Publicidade

A principal comparação foi com a 4Minute, uma banda coreana formada por garotas recém chegadas à puberdade.

Nas próprias redes sociais, Anitta encorajou os admiradores a continuar promovendo o vídeo e a ignorar os haters. “Jamais fraudaria meus próprios fãs", declarou sobre as acusações.

2 - Duelo entre haters e anitters

Com frequência, os assuntos mais comentados no Twitter — principal termômetro instantâneo da web — são promovidos por duelos entre fãs e odiadores (os haters) de artistas. É o que vem acontecendo com o lançamento de ‘Bang’: de um lado os haters, de outro os anitters, como se classificam os fiéis seguidores da cantora.

Quanto mais estes dois “times” se digladiam, mais o nome de Anitta aparece, mais a música é executada e mais visualizações ela ganha no YouTube — a plataforma divide o faturamento dos anúncios com os proprietários dos vídeos, portanto, quanto mais views o novo vídeo tem, mais a cantora fatura.

Publicidade

 

1 - Sensualidade extrema combinada com motivos infantis

Outro ponto que merece destaque no sucesso de ‘Bang’ é a própria proposta do vídeo, que tem ares de super produção americana, apesar de não conter cenas externas, e, inicialmente, parecer simples com a cantora e suas dançarinas falando diretamente a uma câmera.

O ponto que mais divide as opiniões — e alavanca o nome da artista —, tanto entre os internautas quanto na imprensa, é o fato de Anitta ter dado um passo a mais em relação à sensualidade (sua marca registrada desde o início): usando lingerie e botas de cano alto e fazendo poses ousadas, bem ao estilo stripper chic, a cantora interage com balões de histórias em quadrinho e outros recursos gráficos multicoloridos, que hora lançam onomatopeias em direção a seu bumbum  — ou parecem sair dele — hora a envolvem ou colorem seu figurino provocante.

Publicidade

Tiro certo

O videoclipe de ‘Bang’ já é sucesso absoluto na rede. Em cinco horas o vídeo alcançou a marca de um milhão de visualizações e se mantém numa crescente desde então (até o fechamento desta matéria, 48 horas depois do lançamento, já são quase 3 milhões). A meta da ambiciosa rainha do Pop nacional, que já é proprietária do videoclipe mais visualizado do país ('Show das Poderosas', mais de 100 milhões) é alcançar 30 milhões de visualizações.

Se depender dos fãs e dos haters, ela conseguirá.   

Veja o vídeo:

#Blasting News Brasil