Quem nunca assistiu a trilogia De Volta Para o Futuro? Se você ainda não assistiu, pode ir ver agora mesmo! No segundo filme da trilogia, de 1989, Doc Brown (Cristopher Lloyd) e Marty McFly (Michael J. Fox) viajam em seu De Lorean voador, no dia 21 de outubro de 1985 para exatos 30 anos depois. Esse dia, 21 de outubro de 2015, finalmente chegou - e é hoje.

Mas o mundo que Doc Brown, Marty McFly e Jennifer Parker (Elisabeth Shue) visitaram era bem diferente do nosso real 2015. Apesar de muitas "previsões" que não deram certo, algumas não foram tão erradas assim. Esse ano, De Volta Para o Futuro completa 30 anos de estreia.

Publicidade
Publicidade

E atualmente pipocam boatos sobre um possível quarto filme e, claro, muitos produtos comemorativos sendo lançados. Os fãs da série também aproveitam para criar comparações com o mundo que foi imaginado e criado pelos roteiristas e o que vivemos na realidade.

O #Filme Tubarão, que é de Steven Spielberg, que também é produtor executivo de De Volta Para o Futuro, não chegou ao número 19, como foi previsto, e aquelas imagens holográficas como a do tubarão que "come" McFly não existem. Também não temos aquele maravilhoso tênis que se ajusta aos nossos pés sozinho. Mas drones, leitores de impressão digital, comunicação por vídeo e tablets de fato fazem parte do nosso cotidiano.

De acordo com Robert Zemeckis, diretor do filme, eles se preocuparam em criar uma realidade de 2015 que fosse palpável, mas deixasse brechas abertas para brincar com a ficção.

Publicidade

Após uma reprodução detalhada na década de 50, eles fizeram pesquisas profundas sobre as possíveis tecnologias do futuro, como foi o caso da comunicação em vídeo e biometria. E os carros voadores, temos que concordar que foi algo que sempre permeou a nossa imaginação, desde o desenho dos Jetsons.

E, claro, diversos patrocinadores do filme na época tentam tirar uma "casquinha" hoje em dia. Lembra da garrafa Pepsi futurística que aparece no filme? Ela começará a ser vendida na vida real, a partir de hoje, mas apenas nos Estados Unidos e pela internet. Serão apenas 6,5 mil unidades, ao preço de US$ 20 cada uma. Já a Nike confirmou no início de 2015 que lançaria esse ano o modelo de tênis Nike Air MAG. Isso mesmo, ele terá aqueles icônicos cadarços automáticos!