Dedé Santana é um dos humoristas mais conhecidos do país por ter feito parte de 'Os Trapalhões'. O grupo de comediantes fez um estrondoso sucesso na #Televisão, chegando a concorrer com ele mesmo nos domingos da TV Tupi e da Rede Globo de Televisão. No entanto, em entrevista ao 'Programa do Jô', o famoso revelou que nunca se sentiu um dos humoristas do Globo. De acordo com Dedé Santana ele apenas se sentia um expectador, olhando o talento de seus companheiros em cena. . “Nunca me senti um dos 'Trapalhões', eu sempre fui muito fã do Mussum, Zacarias e Didi”, contou a Jô Soares.

Longe da televisão, assim como Renato Aragão, os dos únicos integrantes vivos de 'Os Trabalhões', Dedé Santana esteve no ar só na TV Globo por mais de vinte anos, estrelando dezenas de filmes.

Publicidade
Publicidade

Ao lado de Didi, Dedé era um dos personagens mais queridos pelo público. Apesar disso, Santana receberia muitas críticas por não ser tão engraçado quanto os seus colegas. Ao lado do apresentador Jô Soares, ele desabafou revelando que nunca se considerou um palhaço, mas apenas o ajudante de um. No humor, isso tem até um nome, os #Famosos "escadas", que contracenam com grandes atores e dão as deixas para as piadas.

Público reclamava por não rir com Dedé

“O pessoal sempre dizia que eu era o único que não era engraçado, mas eu estava ali para preparar a piada e não para fazer a graça”, tentou explicar Dedé Santana. Dedé entrou nos trapalhões ainda na década de sessenta do século passado. Ele começou a trupe ao lado de Renato Aragão. O comediante disse que encontrou Mussum e o achou perfeito para o grupo de comédia.

Publicidade

Já Zacarias teria sido trago pelo Didi. Os personagens foram lembrados rapidamente na festa de cinquentenário do canal da família Marinho, realizada no Maracanãzinho, no Rio de Janeiro, neste ano. 

Os dois últimos integrantes, no entanto, acabam saindo do programa antes de seus fundadores. O primeiro a falecer foi Zacarias, que saiu da arte e entrou para a história em março de 1990. Já Mussum faleceu em julho de 1994. #Rede Globo