O ator Ernani Moraes fechou acordo com a Rede Record para integrar o elenco de Josué e a Terra Prometida, produção que será uma continuação direta da novela bíblica Os Dez Mandamentos. O folhetim, que está sendo adaptado por Renato Modesto, terá colaboração de Vívian de Oliveira nos capítulos iniciais e direção geral de Alexandre Avancini.

A estreia está prevista para julho de 2016, no lugar da novela de época Escrava Mãe, que vai entrar no ar em novembro deste ano. Serão 150 capítulos, divididos em fases, que contarão com cerca de 99 atores no elenco.

Ernani Moraes está afastado das #Novelas desde 2012, quando viveu Kemal em Salve Jorge, de Glória Perez.

Publicidade
Publicidade

Com participações especiais no programa Tomara Que Caia e no telefilme Didi e o Segredo dos Anjos, o ator já trabalhou com a Rede Record uma única vez, na série Milagres de Jesus.

Em seu currículo também constam: Aquele Beijo, SOS Emergência, Na Forma da Lei, Toma Lá Dá Cá, Três Irmãs, Casos e Acasos, Paraiso Tropical, Amazônia - De Galvez a Chico Mendes, Cobras & Lagartos, Bang Bang, Como Uma Onda, Chocolate Com Pimenta, Kubanacan, Malhação, Os Normais, O Quinto Dos Infernos, Ilha Rä-Tim-Bum, Aquarela do Brasil, Sai de Baixo, Torre de Babel, Dona Flor e Seus Dois Maridos, O Amor Está No Ar, Engraçadinha:  Seus Amores e Seus Pecados, Memorial de Maria Moura e Vamp.

O elenco da novela Josué e a Terra Prometida é composto, até o momento, pelos atores:

Ernani Moraes, Cristiana Oliveira, Nívea Stelmann, Kadu Moliterno, Lana Rhodes, Ricky Tavares, Eduardo Pires, Alexandre Slaviero, Maytê Piragibe, Thaís Melchior, Juan Alba, Daniel Erthal, Leonardo Vieira, Jéssika Alves, Marisol Ribeiro, Júlia Fajardo, Gabriel Gracindo, Leonardo Miggiorin, Rodrigo Vidigal, Larissa Maciel, Pérola Faria, Sidney Sampaio, Guilherme Winter, Paloma Bernardi e Miriam Freeland.

Publicidade

O folhetim vai retratar a chegada dos filhos dos escravos hebreus à Canaã, terra prometida que emana alimentos, acompanhados de Josué e Calebe, sucessores de Moisés na missão da libertação. #Televisão #Blasting News Brasil