A Rede Globo deu a largada na produção da sua próxima novela das 9, Velho Chico, que possui estreia agendada para o dia 7 de março de 2016, com autoria de Benedito Ruy Barbosa, Edmara Barbosa e Bruno Barbosa. O folhetim em questão vai substituir A Regra do Jogo e terá direção de Luiz Fernando Carvalho, repetindo a parceria de Renascer, O Rei do Gado e Meu Pedacinho de Chão.

Com essa novidade, Sagrada Família, de Maria Adelaide Amaral e Vincent Villari, será transferida para estrear em outubro do mesmo ano, logo após o término das eleições, jogando a próxima novela de Glória Perez, automaticamente, para março e assim por diante.

Publicidade
Publicidade

A equipe de produção da novela Velho Chico está correndo contra o tempo para fechar o elenco do folhetim. Os workshops estão agendados para dezembro e as gravações terão início em janeiro. Quando estava confirmada para a faixa das 18h, na sequência de Além do Tempo e de Êta Mundo Mundo, a novela já tinha os seus eleitos reservados. Mas, devido à mudança de horário, não será possível manter o mesmo time, pois alguns atores já estão envolvidos com outros trabalhos.

Da lista original, por enquanto, só estão confirmados Antônio Fagundes, Letícia Sabatella e Marina Nery. A produção do elenco também convidou Ana Paula Arósio, embora ainda não tenha obtido resposta.

Dividida em três fases, a próxima novela das 9 da Rede Globo será ambientada na fictícia cidade de Grotas, que fará vizinhança com Bom Jesus da Lapa, na Bahia, mas também terá gravações em várias localidades dos estados de Minas Gerais, Alagoas e Bahia.

Publicidade

A história começa na década de 70 quando a construção de usina hidrelétrica desapropria muitos moradores destas cidades. O coronel que comanda Grotas não se coloca contra a obra, pois lucra com a construção em suas terras.

Na segunda fase, na década de 80, o filho deste coronel, que será defendido por Antônio Fagundes, baterá de frente com o pai e o sucederá. Já na terceira fase, em 2016, o sucessor terá conflitos com os seus próprios filhos. De um lado está um universitário idealista, que defende a sustentabilidade e se coloca contra a transposição do rio São Francisco. Do outro lado está a personagem de Letícia Sabatella, que se apaixonará pelo filho de um inimigo do seu pai, que é quem agita as manifestações que defendem o Velho Chico. #Entretenimento #Televisão #Novelas