Após a cantora Joelma recusar-se a subir no palco com o ex-marido, Chimbinha, muitos críticos expressaram suas opiniões sobre o episódio. Entretanto, alguns, em especial Sônia Abrão, foi muito além em suas opiniões e a cantora poderá processá-la.

Na última segunda-feira, 5 de outubro, a apresentadora Sônia Abrão dedicou a maior parte de seu programa para falar de Joelma e Chimbinha. Desde que o casal se separou, a apresentadora fala do caso todos os dias. Na ocasião, Sônia defendeu Chimbinha de forma explícita, o encorajando a processar Joelma por vários motivos.

Sônia também perdeu a paciência e afirmou que não “tolerava” mais o “jogo” de Joelma, acusando-a de fazer um “teatrinho de quinta”.

Publicidade
Publicidade

Para piorar, Sônia disse que se a tragédia que Joelma teme acontecer, de fato se concretizar, a cantora teria contribuído para que isso acontecesse.

Também disse que quem, de alguma forma, provocou o público a hostilizar Chimbinha no show foi Joelma e questionou a crença cristã de cantora, desdenhando o fato da cantora ter falado que orou no camarim para Deus lhe dar forças para prosseguir. Essas e outras afirmações polêmicas tomaram proporções e segundo fontes ligadas à banda Calypso, Joelma estuda processar a apresentadora por difamação e injuria.

Confira parte das declarações de Sônia em seu programa de segunda-feira:

Retorno de Chimbinha

No último sábado, 3 de outubro, rolou o primeiro show da banda Calypso após a volta de Chimbinha, ou pelo menos, era para ter rolado. Há algumas semanas, a imprensa divulgou que a cantora havia feito um boletim de ocorrência contra o ex-marido e que a mesma havia sido beneficiada com as medidas protetivas da lei Maria da Penha, que proibiram Chimbinha de se aproximar da cantora.

Publicidade

A filha mais velha de Joelma, Natália Sarraff, chegou a contar em uma entrevista ao EGO que o guitarrista havia ameaçado a mãe e um segurança, dizendo que os mataria e depois cometeria suicídio.

Alguns dias depois, o músico conseguiu uma liminar para retornar a banda, mas Joelma deixou claro que embora tenha se comprometido em permanecer com a banda até dia 31 de dezembro, poderia antecipar sua saída, pois não ia subir no palco com Chimbinha. Em Teresina, no último sábado, Chimbinha subiu no palco, mas a cantora não.

Ele ficou tocando sua guitarra por cerca de vinte minutos (segundo pessoas presentes), os dançarinos começaram a dançar e Joelma ficou cantando do camarim. Vendo que a loira não ia mudar de ideia e que estava abalada para continuar o show, o guitarrista saiu do palco. Antes disso, objetos foram lançados ao palco com a intenção de acertá-lo. Pouco depois, Joelma voltou e foi aplaudida pelo público. Foi esse episódio que gerou diversas críticas entre anônimos, #Famosos e blogueiros de plantão. #Entretenimento #Televisão