No século XVI, o dramaturgo William Shakespeare escreveu a tragédia de Romeu e Julieta. Nestes mais de 400 anos que se passaram, a história foi adaptada de todas as formas possíveis e imagináveis, se tornando uma das maiores - se não a maior - tragédia da história da literatura. Todo tipo de versão já foi desenvolvida e a trama já foi tão explorada que é possível dizer que o público já estaria exausto de tanta repetição. Ou não.

Nesta febre de revivals e adaptações para a #Televisão que está assolando a programação americana, o clássico 'Romeu e Julieta' não poderia ficar de fora. Se alguma vez na vida você se perguntou o que teria acontecido com as grandes famílias Montéquio e Capuleto depois da morte de seus herdeiros, a oportunidade é essa.

Publicidade
Publicidade

Shondaland, a produtora responsável por todas as criações de Shonda Rhimes, está em fase de desenvolvimento de uma nova série chamada 'Still Star-Crossed', baseada no livro homônimo lançado em 2013 por Melissa Taub. Explorando mais uma vez a trágica história de Romeu e Julieta, o livro explora o que acontece com as famílias após o suicídio dos dois adolescentes, focando em Benvolio, melhor amigo de Romeu, e Rosalinda, prima de Julieta.

Ainda não foram divulgados detalhes do roteiro, uma vez que a produção ainda está na fase inicial, os direitos do livro tendo sido vendidos para o canal ABC, responsável pelos grandes sucessos da Shondaland, que incluem Grey's Anatomy, Private Practice, Scandal e How to Get Away With Murder. Conhecida por inserir grandes níveis de tragédias em seus roteiros, Shonda Rhimes parece ser uma boa aposta para reviver - mais uma vez - a história destes dois amantes.

Publicidade

Ao lado de Shonda, estão ainda Heather Mitchell, colaboradora da autora em ambos Grey's Anatomy e Scandal, e a produtora Betsy Beers, vencedora do Globo de Ouro em 2007 por seu trabalho em Grey's.

Entre as adaptações mais notáveis do clássico para as telas, estão a produção de 1936 de Gerge cukor, indicada a múltiplos Oscars, a versão de 1968 dirigida por Franco Zeffirelli e, mais recentemente, a versão de 1996 com Claire Danes e Leonardo DiCaprio, dirigida por Baz Luhrman com referências à cultura pop em uma linguagem inspirada pela MTV. #Seriados #Cinema