Chimbinha disse que soube no palco sobre o fim da banda Calypso, que nada foi conversado com ele antes. O comunicado foi feito por Joelma no programa da Sabrina e ele entrou em choque, por isso não falou antes com a imprensa. Contou também que em Brasília ele ficou com medo de subir ao palco, pois havia 50 mil pessoas o chamando de "safado". Preferiu então se afastar por um tempo, para resolver o que fazer.

A separação, segundo o músico, vinha sendo conversada desde maio. Um pouco antes do programa da Sabrina ser gravado ele começou a receber mensagens estranhas no celular. Às vezes elas xingavam e mandavam fotos de Joelma falando que ela já tinha outro, e outras vezes assinavam como uma moça que ele tinha tido um caso no ano anterior.

Publicidade
Publicidade

Ele procurou a polícia, para saber o que estava acontecendo e a polícia descobriu que era a guia espiritual da Joelma que estava enviando as mensagens. Deste momento a situação perdeu o controle. O músico falou que não entendeu toda a reação. Que eles já tinham conversado sobre a traição que aconteceu no ano de 2014 e as coisas já estavam superadas. O problema estava resolvido e só voltou quando ele procurou a polícia e deu queixa das mensagens.

Ele enfatizou que sempre respeitou muito Joelma, como profissional e mulher. Que neste momento todo tentou preservar a família e seus filhos. Entrou em contato com a secretária, para pedir para ela parar de jogar as pessoas contra ele, pois temia pela sua segurança e "isso poderia acabar em morte". A secretária então, segundo Chimbinha, falou para Joelma que ele estava a ameaçando e a situação ficou ainda pior.

Publicidade

Contou que tentou voltar, mas quando o problema aconteceu no último show que ele foi e viu o baterista sendo agredido, ao receber objetos jogados pelo público, achou melhor se retirar. Ele temia por uma confusão geral e que a vida de todos, dele, da banda, do público e da própria cantora fosse colocada em risco.

De acordo com Chimbinha, o palco é lugar de alegria e é para isso que ele deve estar lá. Por isso, só voltará a fazer shows quando houver segurança e o espetáculo possa ser feito da melhor maneira, afinal, ele é funcionário das pessoas que o contrataram para fazer o show e tem que fazer um bom trabalho. Depois, ele chora em casa, se for o caso.

Emocionado o músico disse: “Ela me afastou do meu filho”. Contou que ele vive em busca de papéis e documentos para poder conseguir ver o filho. “Ela poderia ter tirado tudo o que quisesse de mim, mas nunca poderia ter tirado o meu filho da minha vida”.

Há um documento (medida protetiva) que me impede de ficar a chegar a 100 metros do seu filho, disse Chimbinha. Sônia perguntou o motivo de ela ter pedido essa pedida e ele esclareceu: “Ela sabia onde me atingir”. #Famosos #Televisão #Música