"Em boca fechada não entra mostra", já dizia um velho provérbio. O ensinamento chegou tarde para os integrantes da banda teen Fly, que foram falar sobre o que entendem de cortes de cabelo e penteado afro e queimaram o próprio filme nas redes sociais. A declaração mais controversa saiu da boca de Caíque Gama, que disse que trança "é bonito para quem tem cabelo ruim. É uma salvação". Depois disso, segundo a revista, todos deram uma risada.

Mais tarde, o rapaz chegou a declarar em uma rede social que também é vítima de racismo.

Muitos internautas negros, ativistas e simpatizantes do movimento pró-emponderamento dos cachos não gostaram nem um pouco de ler a opinião de Caíque, que relutou em se desculpar do deslize.

Publicidade
Publicidade

Pelo Facebook, ele se limitou a dizer que "foi uma brincadeira de mal gosto" e que "não se repetirá mais". 

Porém, a internet não perdoa e as pessoas que leram a entrevista do músico avançaram em cima dele com críticas ferozes. Uma das leitoras da revista, Adriana Alves, não gostou nem um pouco do que leu. Ela, que está em fase de transição capilar, se sentiu ofendida pelas palavras do músico.

"Quem não entende, acha que o que fazemos é modinha. Assumir os cachos, ter trança, mudar o nosso visual e dizer para o mundo que cabelo armado, que cabelo negro e crespo existe e persiste é uma forma de resistência à opressão. Esse 'bosta' não sabe o que fala. Me dá pena de ler esse tipo de preconceito disfarçado de opinião", falou a estudante de psicologia.

Outra pessoa que decidiu colocar a boca no mundo foi a rapper, compositora e cantora Karol Conka.

Publicidade

Pelo Facebook ela respondeu uma das postagens de Caíque Gama.

"Que morte horrível. Poderia seguir sem essa. RUIM É TE OUVIR CANTAR!", comentou.

Em seguida, Carol continuou com o debate:

"Ah, e não desculpo. Se eu te encontrar, eu vou cobrar", finalizou a artista.

O comentário da rapper já conta com mais de 200 curtidas até o momento em que foi fechada esta reportagem.

No Twitter, os usuários foram caçar postagens antigas de Caíque para reforçar a imagem preconceituosa do músico. Uma delas, de março de 2010, fala sobre os homossexuais:

"Quer ser viado? Vá ser longe de mim".

Os fãs da Fly ainda defenderam o moço com mais comentários pela rede social:

#Entretenimento #Famosos #Música