Um gesto de carinho e protesto dado nesta quinta-feira, 26, ainda reverbera no mundo dos #Famosos. Tudo começou durante uma premiação de uma revista, no Rio de Janeiro. Dois homens considerados galãs decidiram dar um beijo homossexual contra o preconceito. Os atores Bruno Gagliasso e João Vicente de Castro foram parar em todos os sites de celebridades, fazendo consequentemente que muita gente comentasse o ato, ainda considerado polêmico pela sociedade. A atitude dividiu o público.

César Menotti, por exemplo, que faz dupla com o irmão Fabiano, decidiu comentar publicamente a imagem postada por Gagliasso em seu Instagram.

Publicidade
Publicidade

O sertanejo questionou o beijo dado pelo ator da Globo, perguntando se era assim mesmo que se demonstra que é homem com 'H'. O profissional da música fez ironia e disse que seria homem mesmo se postasse um vídeo na cama e tendo uma relação íntima com outra pessoa do mesmo sexo, seguindo o raciocínio de Bruno Gagliasso. Em seguida, César Menotti disse que não é machista, mas que também não posta de hipocrisia. O sertanejo negou ainda que seja preconceituoso, mas que nem por isso beija outro homem na boca, e que mesmo assim continua tendo o "H" de "cabra macho".

Pensando completamente do sertanejo, o deputado federal Jean Wyllys, conhecido por defender os direitos dos homossexuais, gostou tanto da ideia que sugeriu um beijo triplo, dele com os dois atores galãs. Ele ainda parabenizou o ex de Sabrina Sato e Bruno pelo gesto espontâneo contra o preconceito.

Publicidade

Para o deputado, os atores podem beijar na boca de outro homem gay, sem que isso fira a sua orientação sexual. A explicação dividiu os internautas e alguns disseram que Jean só queria mesmo beijar dois bonitões. 

Os galãs deram um beijo em uma premiação da revista 'GQ', na qual eram apresentadores do evento. A foto postada por Bruno na rede social tem dezenas de milhares de curtidas e outros milhares de comentários. Na legenda, um recado para quem ele chamou de hipócrita e preconceituoso. O recado, querendo ou não, também foi para a Globo, que já vetou cenas de beijo gay com o ator no passado.  #Televisão