O ator Charlie Sheen vai anunciar que é portador do vírus da AIDS, segundo o portal de notícias norte-americano sobre famosos TMZ. Fontes da emissora NBC disseram que o astro fará a revelação no programa de variedades Today, na edição de terça-feira (17). 

A NBC divulgou a entrevista de Sheen afirmando que se trata de um anúncio pessoal, mas não deu maiores informações sobre o depoimento. Os detalhes do conteúdo da entrevista com o ator de 50 anos também foram veiculados na capa do tabloide National Enquire.

Sheen é um dos atores mais polêmicos de Hollywood. Sempre visto com modelos e rodeado de mulheres, é conhecido como o garanhão da #Televisão.

Publicidade
Publicidade

Além disso, ele foi obrigado a sair da série que o mostrou ao mundo, Two and a Half Men, após briga com os criadores e produtores da atração. 

Ele mesmo afirma que o seu comportamento estranho e agressivo devido ao uso abusivo de drogas, que usou durante as filmagens da atração, levou a produtora do seriado de sucesso a demiti-lo do programa.

Ele também protagonizou muitas outras polêmicas dentro e fora de casa, como ser acusado de agredir ex-namoradas, detido por posse de drogas e apontado pela cafetina de luxo Heidi Fleiss como um de seus fiéis clientes. Em 1998, ele quase morreu por overdose. Mesmo assim, o ator ficou apenas um dia na reabilitação, voltando apenas após determinação judicial.

Sheen também protagonizou diversos barracos ao lado da terceira esposa, Brooke Mueller. Ela segue o mesmo histórico do ator em relação ao álcool e drogas. O pingo d'água da carreira do ator foi a briga com Chuck Lorre, um dos criadores e produtores de Two and a Half Men.

Publicidade

Depois de ofensas públicas, ele finalmente foi expulso da série e substituído por Ashton Kutcher. 

O ator também protagonizou grandes sucessos do cinema como Platoon, Wall Street, Top Gang, Os Três Mosqueteiros e, principalmente, o sucesso mundial Two And a Half Man, ou seja, a série Dois Homens e Meio, que é exibida nas madrugadas do SBT e que por diversas vezes atinge a liderança de audiência.