Através de uma rede social, o político acusou o programa da TV Bandeirantes, CQC, de ter colocado uma matéria editada no ar no dia 09 desse mês. Bolsonaro disse que o vídeo que foi ao ar não condiz com as palavras que realmente ele falou na #entrevista. O programa negou todas as acusações vinda do deputado.

Segundo o site Na Telinha do portal UOL, teria reclamado em sua conta do face da entrevista que concedeu ao programa CQC. Na reportagem, meninos e meninas criavam questionamentos a diversos políticos e Bolsonaro foi um deles. A equipe de reportagem realmente editou a fala do deputado no intuito de cortar assuntos que não tinham interesse para com o tema e encurtar a fala devido ao tempo, isso é comum na #Televisão.

Publicidade
Publicidade

Mas para o político a mensagem que foi ao ar não condiz com a que ele queria passar. Ele disse ainda que tem como provar que está certo, pois tem a entrevista completa gravada em um smartphone.

Juliano Dip que foi o responsável pela matéria, disse que não acredita que o político tenha reclamado da edição, pois a mensagem que ele concedeu na entrevista foi colocada, sim, no ar. O repórter comentou que a resposta do político aos pequenos cidadãos foi veiculada, e coisas desnecessárias como "...o ensino publico ensina as crianças a serem gay" foram cortadas realmente na edição por não fazer parte do conteúdo daquela pauta.

O programa CQC vai ao ar nas segundas-feiras pelo canal Band, e sua audiência não tem passado dos 3 pontos no ibope, e estando em uma de suas piores fases, a atração precisa de nomes de peso e reformulações para sair da mesmice.

Publicidade

Assista o vídeo da entrevista:

Bolsonaro tem uma longa história de críticas a gays, para ele as escolas no modelo atual fazem com que os alunos virem gays, ele que pretende ser candidato a presidência da república. 

Essa semana em Cuiabá ele fez duras críticas aos sem terras. Para o deputado, todos do movimento deveriam morrer a tiro, pois são vagabundos querendo se apropriar do terreno alheio. O político não tem papas na línguas para dar suas opiniões nem mede o tom das palavras, sendo sempre polêmico ele agrada os mais conservadores e é odiado pelos liberais. #Entretenimento