Para quem é frequentador de cultos evangélicos, e está antenado nos sucessos de tema gospel, com certeza, conhece a famosa cantora da #Música "Sete Vidas", que conta com mais de 100 mil visualizações no Youtube. Na última sexta-feira (30), a cantora evangélica teve suas fotos íntimas divulgadas na #Internet, imagens essas em poses sensuais e acompanhada de um homem, que não teve o nome revelado. 

Saiba mais informações sobre as fotos comprometedoras da cantora gospel Niquésia Santos. Nas redes sociais, como Facebook, Twiter, Youtube, Instagram, entre outras, a cantora está sendo tema de debates polêmicos, entre pessoas que seguem a doutrina evangélica, e outras que não seguem. 

A polêmica surgiu das fotos nas quais a cantora gospel se insinua e faz poses provocativas, poses estas com roupas íntimas, de fotos tiradas por ela mesma, e a outras tiradas com um homem, sendo abraçada por traz, e completamente nua.

Publicidade
Publicidade

Clique para saber mais informações sobre Niquésia Santos. Muitos que não conhecem a cantora, fazem piadas com as letras e temas das músicas cantadas por ela, algumas até viram memes. A música "derrubando Gigantes", por exemplo, foi alvo de comentários com teor de duplo sentindo, dando a entender que a cantora se referia ao tema sexual em sua canção.

Há também muitos fãs da cantora que defendem e apoiam a vida sexual livre. Alguns dizem: "Deixe a menina", ou, "Amigos, crente também faz sexo isso é normal", e existem aqueles mais polêmicos: "Isso não é coisa de Deus. Falso crente, ela só que saber de fama, sexo e farra".

Apesar da polêmica, a cantora gospel Niquésia Santos tem muitos fãs que partiram em defesa dela, pois, independente da vida sexual que a mesma leva, suas músicas tocam o coração de muita gente e isso sempre será reconhecido.

Publicidade

A fonte de onde as fotos surgiram, e como foram parar na internet, ainda é um mistério. A artista Niquésia Santos não se pronunciou sobre o ocorrido, e por certo que esse assunto ainda será muito comentado nos próximos dias nas redes sociais. #Igreja