Desde que ficou sabendo que vai ser papai, Mark Zuckerberg tem passado por várias transformações e já começa a ver o mundo de um novo jeito. E esta nova forma de encarar a realidade também trouxe alterações para como ele lida com os funcionários do Facebook e por isto ele decidiu que a partir do dia 1º de janeiro de 2016 todos os funcionários da empresa passam a contar com licença parental remunerada por 4 meses.

Esta decisão vale tanto para as mamães, como os papais e se estende até mesmo aos casais do mesmo sexo e até para aqueles que optarem por adotarem uma criança.

O chefe operacional do Facebook, Sheryl Sandberg, informou que a empresa agora está comprometida com os funcionários, buscando proporcionar-lhes todo o apoio, seja no #Trabalho ou em suas residências, para que eles possam ter mais tempo com seu filho e que aumentar a quantidade de tempo em que a família ficará mais tempo unida é o certo a ser feito.

Publicidade
Publicidade

Sandberg ainda informou que é importante para todos os novos pais, inclusive os homens, terem mais tempo para ficarem com seus filhos, de forma que possam criar elos desde os primeiros dias de vida da criança.

Esta decisão é válida para todos os escritórios do Facebook que hoje encontra-se presente em vários países. A empresa ainda vai garantir este direito a quem teve um filho ou adotou uma criança neste ano de 2015.

Mark Zuckerberg já informou que ficará 2 meses de licença quando sua filha nascer, para aproveitar o máximo este momento tão importante e fazer justamente o que ele propõe aos seus funcionários, que é o de criar elos familiares logo que a criança chega à família.

Porém, aqui no Brasil, estas mudanças estão gerando polêmica, uma vez que a lei já determina que as mães podem ficar ausentes do trabalho entre 4 a 6 meses e que os pais podem se afastar apenas por 5 dias.

Publicidade

Isto mudaria muito para os funcionários brasileiros que trabalham no Facebook e que passarão a ter mais tempo para cuidarem de seus bebês, confirmando assim porque esta é uma das empresas onde os brasileiros mais gostariam de trabalhar.

Você acha que outras empresas brasileiras deveriam seguir o exemplo do Facebook? #Famosos #Internet