Taís Araújo foi a convidada do 'Altas Horas' deste sábado, 08. No programa apresentado por Serginho Groisman, a esposa do também ator Lázaro Ramos, falou pela primeira vez sobre o preconceito que sofreu em toda a vida, mas não disse nada exatamente sobre o caso ocorrido na última semana, quando sua rede social foi invadida por comentários racistas. O caso está sendo investigado pela polícia civil da cidade maravilhosa, o Rio de Janeiro. Taís, inclusive, já foi chamada para ser ouvida. Há a expectativa para que os criminosos sejam identificados e também ouvidos, para assim levar o material na justiça, desde que esse se torne um processo na justiça. 

A esposa de Lázaro Ramos, que está no ar em 'Mister Brau', revelou que desde sempre sofreu com o preconceito em sua vida.

Publicidade
Publicidade

Ela lembrou que quando ainda era criança já era vítima de racismo. Na escola, quando estava ainda no CA, um colega de classe perguntou quem pagava sua escola, se seria a mãe da atriz ou a patroa dela, insinuando assim que a mãe da famosa seria uma empregada doméstica.

Revoltada, Taís chegou em casa e decidiu pegar joias da mãe para provar que ela tinha dinheiro e pagava a escola. Depois a mãe da atriz precisou ser chamada no colégio porque a profissional da dramaturgia teria supostamente agredido o menino por mostrar o material. Taís questionou porque a mãe do outro garoto não foi chamada quando ela ouviu o comentário. Araújo falou que a progenitora de seu colega de turma até hoje nem deve saber da história.

A contratada da TV Globo ainda revelou que sente que as pessoas olham ela de uma maneira diferente.

Publicidade

"Tudo o que faço já falam aquela neguinha metida ali", lembrou a atriz, que disse que a cor da sua pele acaba presente quase como justificativa para tudo o que é bom ou ruim, mostrando assim o quanto o preconceito está entranhado na sociedade. 

Taís lembrou ao público que racismo é #Crime e que se os telespectadores ficarem sabendo de qualquer atitude racista, eles precisam fazer uma denúncia para que quem cometeu tal criem seja punido. Para Araújo, quem vê o ato e não se manifesta também acaba cometendo uma atitude criminosa.  #Televisão #Rede Globo