Nesta segunda-feira (16), a minissérie bíblica "Rei Davi", escrita por Vivian de Oliveira, teve uma excelente reestreia no horário nobre da #Rede Record, que marcou uma média de 17.5 pontos de audiência e picos de 20.5 pontos, só na Grande São Paulo. Enquanto a Rede Globo ficou em primeiro lugar com 24.4 pontos de média, audiência conquistada com exibição do Jornal Nacional e da novela das 19hs, que agora parece ser das 20hs.

No Rio de Janeiro, o "Rei Davi" em seu novo formato de novela, alcançou uma média de 16.7 pontos de audiência. A Globo teve 26.7 pontos de média, conquistando o primeiro lugar isolado. Em Belo Horizonte, "Rei Davi" teve quase a mesma média da cidade maravilhosa, registrando 16.6 pontos de audiência contra 25.8 pontos da emissora dos Marinhos.

Publicidade
Publicidade

Lembrando que esses dados ainda são prévios e podem sofrer mudanças nos consolidados na divulgação nessa terça-feira (17).

A reestreia da minissérie surpreendeu até mesmo a emissora paulista, que esperou poucos índices de audiência, pois a trama bíblica "Rei Davi" marcou um índice histórico de estreia com 18 pontos fechados, em comparação as outras produções bíblicas da Rede Record, que sempre registravam entre 11 e 13 pontos de média.

No primeiro capítulo da mini-novela "Rei Davi", o folhetim inicia em uma época, depois que o povo hebreu conquistou "A Terra Prometida", e da era da liderança dos juízes, chegando no reinado do Rei Saul (Gracindo Júnior), um rei que se afastou dos caminhos de "Deus". O jovem Davi (Leandro Léo) é um simples pastor e cuida das ovelhas do seu pai Jessé (Clemente Viscaíno).

Publicidade

Além de Davi, Jessé e sua esposa Edina (Ângela Leal) possuem mais sete filhos homens, que servem ao Exército de Israel. Eliabe (Rodrigo Phavanello), o primogênito e o preferido de seu pai Jessé, é um soldado orgulhoso que não segue a Deus e possui um coração mau. Eliabe e seus irmãos soldados chegam na casa dos pais, Jessé logo prepara um belo banquete com a chegada dos filhos.

Eliabe se vangloria de suas batalhas na hora do banquete e acaba falando que o rei Saul foi à guerra sem levar a arca da aliança. Temente a "Deus", o jovem Davi se espanta com a revelação do seu irmão mais velho. Seu pai Jessé não gosta do espanto de Davi e expulsa o filho do banquete dos irmãos. Edina, que tem Davi como seu filho predileto, tenta animar o filho depois da atitude de Jessé.

O valente Davi ainda enfrenta um urso para salvar a vida de uma ovelha, e com a ajuda de "Deus", ele consegue derrotar o animal selvagem. No descanso do pastório, Davi, com uma harpa, canta uma bela canção ao Senhor.

Um oficial do Exército de Israel, Eliã (Eduardo Semerjian), não gostando das atitudes do Rei Saul, pede para sair e vai embora do acampamento, com a sua jovem filha Bate-Seba (Nadinne Oliveira).

Publicidade

No caminho, Eliá e sua filha são atacados por saqueadores. Um dos ladrões foge com o cavalo, carregando Bate-Seba, a fim de sequestrá-la, mas o ladrão só não esperava uma pedrada na testa, lançanda pelo jovem Davi, que acaba salvando a jovem moça.

"Rei Davi" na sua primeira semana, entra a partir das 20h25 até 20h50, antes dos últimos capítulos da novela bíblica "Os Dez Mandamentos", trama dirigida por Alexandre Avancini. #Televisão #Novelas