Na noite desta sexta-feira, 13, a capital francesa, Paris, foi alvo de atentados terroristas que deixaram mais de 100 mortos. A autoria dos ataques, que atingiram seis pontos da 'cidade luz', foi assumida pelo Estado Islâmico, que no fim do mês passado já tinha derrubado um avião na Rússia.

Por conta dos atentados, a França está em estágio de alerta vermelho, o mais alto na escala de emergência. Devido ao tamanho da repercussão dessa tragédia, diversos meios de comunicação, como a TV Globo, fizeram uma cobertura especial da pauta que chocou o mundo. Na manhã deste sábado, 14, Sandra Annenberg fez participação no 'É de Casa', programa de entretenimento apresentado por André Marques, Zeca Camargo, Tiago Leifert, Cissa Guimarães, Patrícia Poeta e Ana Furtado. 

Durante a cobertura dos atentados, em dado momento, quando Sandra ouvia o depoimento de quem estava em um dos locais onde atiradores mataram diversas pessoas, a jornalista não conseguiu segurar a emoção e chorou ao narrar o que acontecia em Paris.

Publicidade
Publicidade

A apresentadora foi fundamental para a cobertura e interagiu com vários correspondentes durante toda a manhã e à tarde, quando ancorou o 'Jornal Hoje Especial', que começou mais cedo. 

Naquele momento, a jornalista atualizava o número de mortes do ataque terrorista, que segundo as agências locais, eram 128. Sandra chegou a se engasgar falando e segurou as lágrimas para poder continuar seu trabalho.

É muito normal ver os jornalistas se emocionarem durante suas jornadas de trabalho. Recentemente, Maria Beltrão não segurou as lágrimas ao narrar a morte de sua colega, também jornalista, Sandra Moreyra. A profissional da mídia faleceu aos 61 anos vítima de um câncer. Maria chegou a parar no meio do texto e chorou copiosamente. Em seguida, ela acelerou a narração e conseguiu chamar uma reportagem, feita por ela mesma, sobre a vida e carreira de Sandra Moreyra.

Publicidade

A morte da jornalista também foi lembrada por diversos programas e telejornais da casa, que deram grande destaque às homenagens à Sandra.  #Terrorismo #Rede Globo