Dona de um dos maiores cachês da #Música brasileira atualmente, Anitta pode quebrar um recorde que somente ela havia conseguido. A artista é a primeira cantora brasileira a conseguir 100 milhões de visualizações em um clipe - Show das Poderosas -  e ao que tudo indica ela vai quebrar esse recorde de novo e se tornar a primeira cantora brasileira a ter dois clipes com mais de 100 milhões de visualizações na internet.

O novo clipe que pode ultrapassar os 100 milhões de visualizações é 'Bang', novo single da cantora que já conta com mais de 70 milhões de visualizações na internet. O sucesso se deve em partes ao clipe, que, além de ser assinado pelo designer de Madonna - Giovanni Bianco - , é bem criativo, e à música, que é grudenta e aos seus fãs, óbvio, que são milhões e que divulgaram a nova música da cantora nos quatros cantos do país.

Publicidade
Publicidade

O sucesso foi tão grande que a cantora gravou um vídeo ensinando a coreografia da música para seus fãs. E quem fez bonito dançando junto com #Anitta foi ninguém menos que uma das jornalistas mais conhecidas e renomadas do país: Fátima Bernardes. Fátima ama dançar e quando Anitta ao seu programa, não teve jeito, a apresentadora caiu no funk.

O sucesso de Anitta é tanto que até mesmo o vídeo ensinando a dançar 'bang' já é um sucesso de visualizações. Isto porque a galera que gostou do hit foi conferir a coreografia para aprender a dançar o novo single da cantora.

Em tempo:

  • De acordo com sites especializados em #Famosos, Anitta estaria gravando em total sigilo seu mais novo clipe, 'Essa Mina é Louca', com participação especial de Ísis Valverde, uma das atrizes mais talentosas e bonitas dessa geração, que voltou recentemente de Nova York especialmente para gravar o clipe que, segundo consta, era um de seus compromissos profissionais.
  • O novo trabalho de Anitta terá novamente a direção do designer Giovanni Bianco, que foi bem avaliado pela equipe da cantora e tido como um dos motivos pelo sucesso do clip "Bang", devido ao seu jeito inovador de trabalhar.