A presidente da república, querendo ou não, acabou ganhando uma mensagem não oficial de apoio de um canal brasileiro. Assim como já tinha feito o #SBT, quando proibiu Danilo Gentili de falar de política, a TV Bandeirantes, também não está deixando que seus programas façam piada com a presidente do Brasil. A censura acontece justamente em um momento que todos os olhos miram a governante do país, que precisará se defender contra um processo de impeachment aceito por Eduardo Cunha, do PMDB do Rio de Janeiro.

Segundo informações do jornalista Flávio Ricco, em reportagem publicada nesta sexta-feira, 11, o humorista Carioca (Marvio Lucio) não está podendo apresentar o personagem de stand-up 'Dilma Ducheff - Saudando a Mandioca' no 'Pânico', humorístico que a cada dia parece cair mais em decadência, especialmente pela falta de investimento e também de criatividade de sua equipe.

Publicidade
Publicidade

O espetáculo de Carioca é um grande sucesso, lota teatros por todo o Brasil e poderia ser uma arma do 'Pânico' para ficar a frente do seu hoje grande rival, o 'Encrenca', da RedeTV!. 

No conteúdo do espetáculo de Carioca existem, é claro, críticas à Dilma Rousseff, mas as brincadeiras também são feitas com a oposição e até mesmo com alguns comportamentos dos brasileiros. O 'Custe o que Custar' nos últimos meses também evitava falar de ações da governante do país, preferindo "atacar" problemas em prefeituras. Até mesmo o trabalho em Brasília dos repórteres sofreu algumas alterações. É bom lembrar que o programa que une jornalismo e humor não irá mais ao ar em 2016, voltando segundo a própria Band, apenas em 2017.

Nos últimos meses, Silvio Santos falou em algumas oportunidades para seus contratados que o SBT não era palanque político e sim estação de entretenimento.

Publicidade

Com isso, Danilo Gentili praticamente parou de alfinetar #Dilma Rousseff. Atualmente, na #Televisão, o humorista quando fala sobre política, aborda a temática de forma ampla, evitando citar nomes. No entanto, na internet as piadas com Dilma continuam.