Nos bastidores da TV Record não se fala outra coisa, trocar o certo pelo duvidoso foi um erro. Como certo entenda-se 'Os Dez Mandamentos', já o duvidoso são as minisséries bíblicas. O canal de Edir Macedo deve ficar apenas com duas tramas repetidas baseadas na bíblia, 'Rei Davi' e 'José do Egito'. Existe agora uma expectativa para que no fim de janeiro estreia 'Escrava Mãe'. Durante duas semanas, 'José do Egito' deve dividir a programação do horário nobre com o folhetim que contará a história da mãe de 'Escrava Isaura', um dos maiores sucessos da dramaturgia nacional.

A trama de Vivian de  Oliveira marcava 20 pontos de média, enquanto 'Rei Davi' está na casa dos 10.

Publicidade
Publicidade

Neste fim de ano, quando o número de televisores ligados é menor, a trama já está fechando abaixo dos dois dígitos. Para o mico não ser maior, em algumas datas, como a véspera de Natal e de ano novo, a Record optou por não exibir a trama. O objetivo é que as datas festivas não prejudiquem a média geral da minissérie.

Internamente, o erro ao não estrear uma novela inédita é motivo de muita discussão. Para muita gente, a Record não terá o mesmo êxito com a segunda parte de 'Os Dez Mandamentos', que deve entrar no ar apenas em abril. A demora para se programar para o óbvio e o processo de terceirização demorado, que já está atrapalhando o andamento de sua #Novelas, levaram a emissora da Barra Funda a dar um tiro no pé. Mesmo com o grande apoio da Igreja Universal do Reino de Deus, que fala das tramas em seus cultos, acredita-se que 'Escrava Mãe' traria resultados bem melhores para o canal.

Publicidade

Já uma terceira ala acredita que a emissora deveria ter colocado 'Rei Davi' e 'Escrava Mãe' no ar ao mesmo tempo, enquanto dividiam a atenção com 'Os Dez Mandamentos'. Dessa forma, não ficaria qualquer sinal de arrependimento da Record. O canal teve medo de que a novela sobre escravos marcasse índices pífios no Ibope, mas hoje percebe-se que o erro foi mesmo em exibir pela terceira vez seguida, em três anos, a mesma minissérie.  #Famosos #Rede Record