Fátima Bernardes tem se desdobrado para conseguir ser gentil com todos, sejam os convidados de seu programa, a plateia, o público de casa e principalmente os entrevistados que sempre participam da atração, mas nesta sexta-feira (4) um fato inusitado aconteceu, e como o programa é ao vivo não foi possível fazer nada, deixando a apresentadora totalmente constrangida.

É que nesta manhã, muitos estudantes de São Paulo foram para a rua protestarem contra a reorganização escolar proposta pelo governador de São Paulo. Estes estudantes fecharam algumas das principais avenidas da capital, gerando muita confusão e deixando o trânsito parado nos principais corredores da cidade.

Publicidade
Publicidade

A polícia militar mandou vários policiais para o local e alguns utilizaram até bombas de efeito moral para dispersar a multidão e liberar o trânsito. A Globo, assim como várias outras emissoras, estava no local fazendo a cobertura.

Aproveitando que o programa "Encontro com Fátima Bernardes" é ao vivo, a emissora quis inserir um link direto das ruas onde o protesto estava acontecendo e Fátima foi divulgar de forma improvisada as informações que estava acabando de receber.

O que ninguém esperava, muito menos Fátima Bernardes, é que os estudantes resolveram xingar não só o governador Geraldo Alckmin, como também a Rede Globo e sobrou até para a apresentadora.

"O povo não é bobo, abaixo a #Rede Globo", foi só uma das muitas frases ditas pelos estudantes, e tudo isto ao vivo pelo link de transmissão da emissora.

Publicidade

Imediatamente a direção do programa cortou o sinal e Fátima Bernardes, visivelmente constrangida com a situação, tentou encontrar uma saída, mas foi difícil até comentar as cenas que tinham acabado de serem mostradas.

O motivo dos protestos é que um grande grupo destes estudantes acreditam que a Globo apoia Geraldo Alckmin e por isto começaram a criticar a emissora e também a apresentadora, que queria aproveitar uma situação grave para ganhar audiência em seu programa.

A emissora tem tomado muito cuidado com seus links ao vivo, pois esta não é a primeira vez que a população critica a Globo ao vivo, usando o próprio canal para divulgação. #Televisão #Protestos no Brasil