Val (Regina Casé) deixa Pernambuco para trás e se muda para São Paulo em busca de uma vida melhor não só para ela, mas principalmente para sua filha Jéssica.

Porém, foi preciso deixar a filha em Pernambuco e em São Paulo conseguiu emprego de babá e foi morar na casa dos patrões, na esperança de que um dia poderia levar a filha para a capital e dar a ela uma vida mais tranquila.

Os anos passaram rápido e depois de pouco mais de uma década, Jéssica tenta encontrar uma forma de ir para São Paulo prestar vestibular.

Val já está mais tranquila financeiramente, porém se sente culpada por ter deixado a filha para trás. Mas agora é a chance de Val e filha recomeçarem juntas uma nova vida, só que a garota tem um comportamento complicado e dificulta a vida de todos.

Publicidade
Publicidade

Jéssica fica muito à vontade na casa dos patrões de sua mãe e não aceita as diferenças sociais impostas pela sociedade.

O #Filme é uma mistura de comédia com drama e consegue muito bem colocar o sudeste diante do nordeste para um confronto que não busca vencedor, mas tenta extrair alguma mensagem para a vida.

Dirigido por Anna Muylaert, "Que Horas Ela Volta?" mostra as desigualdades da sociedade através dos conflitos entre uma empregada doméstica e seus patrões. O filme foi apontado pelo Ministério da Cultura entre 8 concorrentes para representar o Brasil no "Oscar de Melhor Filme Estrangeiro" em 2016, mas acabou não sei o escolhido.

O National Board of Review já elegeu o filme com Regina Casé como sendo um dos 5 melhores filmes estrangeiros de 2015.

A personagem encaixou muito bem para Regina Casé porque ela conhece esta realidade das mulheres nordestinas que precisam ir para São Paulo em busca de uma vida melhor e muitas vezes precisam deixar a família para trás, inclusive os próprios filhos.

Publicidade

"Que Horas Ela Volta?" foi gravado em 2014 e teve como principal cenário uma mansão em um bairro de classe alta da cidade de São Paulo, o Morumbi.

Em 2015 estreou no "Sundance Film Festival 2015". Depois estreou na Europa no "65th Berlin International Film Festival" ficando com o prêmio "Panorama Audience). Anna Muylaert, diretora e roteirista do filme, ficou com o prêmio no "Valletta Film Festival" de melhor Direção.

No Brasil o filme é sucesso de bilheteria e alcançou boa posição também na Itália onde foi lançado em dezenas de cidade e ficou na 8ª posição entre os filmes mais vistos. #Famosos #Cinema