Kim Kardashian não deverá ter um terceiro filho. A socialite americana está sendo aconselhada pelos médicos especialistas a não ceder à sua vontade e de Kanye de terem mais um filho. A socialite teve seu segundo filho, Saint West, no início do mês de dezembro, ainda antes do tempo previsto, após uma segunda gravidez bem mais complicada que a primeira. Aos 35 anos, Kim não deverá voltar a experimentar a experiência de ser mamãe novamente e deverá ficar apenas com dois filhos, a North, de dois anos, e Saint, ainda bebê. 

Kim Kardashian e Kanye West fazem um dos casais mais queridos das celebridades americanas e nunca esconderam seu desejo de ter uma família grande.

Publicidade
Publicidade

Mas a bonita morena já revelou odiar estar grávida e que sofreu muito para trazer ao mundo North e Saint. 

Por duas vezes Kim Kardashian passou por gravidezes de risco e já teria falado para amigos próximos que não estaria pretendendo voltar a aumentar sua família. 

Médico desaconselha Kim Kardashian

Jim Betoni, médico especialista em ginecologia, explicou para o Radar online os riscos que Kim Kardashian poderia vir a correr em uma próxima gravidez. E diz que com a condição clínica da estrela do reality show, ela poderia mesmo vir a ser submetida a uma histerectomia, retirando seu útero. 

No entanto, como a americana voltou a dar à luz de modo natural, a ameaça não seria assim tão grande. Por isso, o doutor Betoni acabou dizendo que o caso não seria tão grave quanto a imprensa tem revelado.

Publicidade

O Radar noticia que Kim Kardashian poderia estar sofrendo de placenta acreta, em que a placenta se instala fundo no útero, um problema com o qual Jim Betoni não concorda. Para o médico especialista, ela deveria ter dificuldades de aderência da placenta, mas não acreta. No entanto, para ele, Kim Kardashian não deveria arriscar engravidar mais uma vez.  

Não acredita em comer placenta

Betoni discorda ainda da ideia de Kim comer sua placenta, para evitar os efeitos depressivos do pós-parto e também para recuperar sua forma mais rapidamente. O médico diz que não há estudo nenhum provando essa ideia, e só imaginar alguém comendo isso, o deixa enojado.  #Entretenimento #Famosos #EUA