Desconforto no show da Madonna na noite desta segunda-feira (14) em Manchester, Inglaterra. Os britânicos são conhecidíssimos pela pontualidade e muitos não gostaram nem um pouco do atraso de 50 minutos para o início da “Rebel Heart Tour” na cidade.

Após muita reclamação nas redes sociais durante a espera, Madonna surgiu no palco pedindo desculpas. “Obrigada a todos por aguardarem”, disse a cantora à plateia em meio às vaias. A atitude parece ter desagradado Madonna que soltou em seguida: “não gosto de estar atrasada, por sinal, e todas vocês vadias que continuam reclamando sobre isso podem calar a boca. Não estava lá trás comendo chocolates, fazendo as unhas e colocando aplique”, explicou.

Publicidade
Publicidade

No Instagram, Madonna explicou novamente a situação:

“FATOS: é bom tê-los antes de tirarem conclusões. Todo o vídeo do meu show teve problemas quando cheguei para a passagem de som. O arquivo de back-up estava corrompido. Não tivemos opção a não ser reiniciar e rezar por um bom final. As luzes do vídeo são 75% do meu show. Não podemos tocar no escuro. Conseguimos reiniciar e estávamos prontos às 9h30, mesmo tendo programado começarmos mais cedo. Tive que fazer cortes antes do show começar. ‘Dress you Up’ foi um dos cortes e minha terceira #Música no violão. E já havíamos passado das 23h, mas a arena nos permitiu esticar até 23h59. Não foi minha escolha encerrar o show. Sempre quero finalizá-lo. Então nós perdemos as últimas três músicas e sinto muito por isso. Obrigada a todos os meus fãs Rebel Heart pelo entendimento.

Publicidade

Nós fizemos nosso melhor. E ainda vamos pagar uma multa. É a vida. Vocês ainda conseguiram ver um ótimo show e só perdemos 12 minutos”.

Mini show em Paris em homenagem às vítimas dos atentados

A noite da última quarta-feira (9) foi palco de um show surpresa de Madonna. O local escolhido foi a Arena Bercy, em Paris, onde a artista interpretou canções na Praça da República para dezenas de pessoas. O motivo do show surpresa foi um pedido de paz e para “espalhar amor” na cidade.

Pouco após sua apresentação já programadada em Bercy, parte da turnê "The rebel heart tour", a cantora foi para a praça, no centro da capital francesa, acompanhada de seu filho David e do estilista amigo Jean-Paul Gaultier.

A diva disse que “todos sabem porque estamos aqui. Só queremos cantar algumas músicas sobre paz, só para espalhar amor e alegria, homenageando as pessoas que morreram há quase um mês”. E ainda continuou: “Só queremos espalhar luz. Nós todos precisamos disso”.

O convite aos fãs foi feito por meio do Twitter oficial da rainha do pop, onde ela postou uma foto com o filho David Banda, 10.

Publicidade

No mini concerto Madonna cantou canções como “Ghosttown”, “Imagine”, de John Lennon e “Like a Prayer” acompanhada do guitarrista Monte Pittman, que era só elogios à atitude da artista:

“Ela queria fazer uma homenagem, pois adora a cidade. Foi tudo mágico, nunca esquecerei”, afirmou o músico à agência AFP.

Comovida, a cantora ainda falou sobre os atentados durante o concerto na Arena Bercy.

“Nós não cederemos ao medo. O coração de Paris e da França bate em todas as cidades. Eu vim para cá aos 20 anos e foi aqui que decidi fazer música. Obrigada, Paris, por plantar essa semente em meu coração”, disse enquanto se enrolou na bandeira oficial do país para cantar “A Marselhesa”, hino da França. #Entretenimento #Famosos