Mara Maravilha não é mais evangélica?

Mara Maravilha ainda é crente?

Estas são as perguntas que mais vem sendo feitas na internet, depois da ultima polêmica entre Mara e Monique Evans e sua passagem conturbada pelo reality show A Fazenda, aumentando a especulação em torno do fato dela ter deixado de ser evangélica (ou crente).

Depois de participar do programa A Fazenda, mais uma polêmica criada, agora envolvendo a cantora gospel baiana, Maravilha e Monique Evans.

Em resumo, depois do episódio do desentendimento envolvendo o vencedor da oitava edição do programa, Douglas Sampaio, que foi agredido ao vivo pela cantora gospel, a atriz tomou as dores dele e disse "declarar guerra contra Mara".

Publicidade
Publicidade

A baiana que foi revelada pelo SBT nos anos 80, além de musa dos baixinhos já foi símbolo sexual, mas se converteu ao Cristianismo (crente evangélico) a mais de 15 anos.

Declarações polêmicas

Mara já havia feito uma declaração polêmica a um site de notícias gospel que estaria em mais um momento de conversão e que não deixou o Cristianismo, que não poderia viver sem isso, ela declara em entrevista,

 “Agora digo que sou ‘de Deus’,e Deus não é evangélico, católico, muçulmano, Deus é amor”

Declaração bastante comentada por membros de igrejas evangélicas que acham o #Comportamento da artista incompatível com a conduta dos evangélicos.

Em noticia publicada recentemente em 12 de novembro de 2015 no mesmo site gospel, Raquel Elatina escreve um artigo onde reprova as atitudes de Mara na sua passagem pelo A Fazenda, fazendo comentários duros a respeito do comportamento da cantora e que ela estaria inapta a voltar aos palcos de eventos evangélicos para pregar o amor de Deus.

Publicidade

Em uma de suas entrevistas dadas, em evidência por sua polêmicas no reality show A Fazenda, Mara diz que sim, que ainda é evangélica e numa declaração mais uma vez polemizada no meio evangélico, disse mais "Sou crente, mas não demente"

Mara já fugiu da fama.

Na entrevista a baiana ainda diz que em um tempo de sua vida já pretendeu renunciar à fama e ter uma vida normal mas que sempre foi difícil, pois seu publico fiel, mesmo em shows para evangélicos, pediam para ela cantar sucessos da época de apresentadora e cantora, músicas como "Não faz mal" e "Liga pra mim", que nunca afastaram Mara (antes da conversão) dos fãs da época dos baixinhos.

Mara Maravilha também já posou para revista Playboy e suas fotos ainda povoam sites do gênero na internet, assim como Xuxa e é praticamente impossível se livrar destas publicações.

Sem papas na língua!

Mara demonstra não ter "papas na língua", criticou indiretamente a cobertura do programa pelo site R7 e disse que nunca recebeu nenhum centavo a mais para se manter na fazenda, se referindo ao boato de que ela teria "proteção" por parte da emissora do Bispo Macedo, disse ainda que não voltaria à fazenda "nem por 20 milhões" e que pensou em desistir no decorrer do programa, só não fez devido à alta multa estipulada em contrato com a Record.

Publicidade

Vida difícil desde o nascimento

A baianinha arreada de origem simples, batizada Eliemary, nasceu em Itapetinga no interior da Bahia numa família simples, a pequena nasceu da jovenzinha Marileide, que era a filha mais nova de uma família de onze irmãos e tinha apenas 15 anos de idade.A vida de Mara Maravilha, que desde pequena sonhou em ser artista, valeria um filme, foi uma verdadeira saga, envolvendo seu sequestro pelo pai, agressões físicas e verbais, ameaças a família e até a prisão de seu pai, além de muita dificuldade financeira, desde seu nascimento até ser descoberta pela Rede de televisão SBT em num programa local na década de 80, no interior da Bahia, onde era conhecida por Miss Mara, e já era a principal atração no horário.

Depois de sua saída do programa, Mara assumiu que esta namorando e pretende se casar novamente, o seu novo par Gabriel Torres é mais de 20 anos mais novo que ela,para surpresa de todos, até então Marra afirmava que estava solteira.

Após o casamento Mara planeja a adoção de uma criança. #Entretenimento #A Fazenda 2015