Monica Iozzi teve um 2015 repleto de felicidades. A ex-integrante do 'Custe o que Custar' estrelou uma novela, 'Alto Astral', e também chegou aos patamares de apresentadora da #Rede Globo de #Televisão. Ao lado de Otaviano Costa, Iozzi está se tornando uma das grandes estrelas do canal da família Marinho, mesmo nem sequer tendo aparecido na vinheta de fim de ano da emissora. Mas a festa deste fim de ano da atriz terá uma ceia farta. De acordo com informações da jornalista Keila Jimenez, o salário de Monica ultrapassaria os R$ 100 mil. Antes de entrar no 'Custe o que Custar', da TV Bandeirantes, a bela trabalhou em uma livraria, recebendo por mês cerca de R$ 1.800.

Publicidade
Publicidade

Que virada, não?

Outra coisa a se comemorar pela parte da famosa é que ela não é lembrada mais por uma coisa só. Esperta, ela já quer se desvencilhar do 'Vídeo Show', fazendo mais novelas na Globo. Dessa forma, ela mostra ainda mais o seu currículo e que é necessária para a programação da emissora. 

Por conta de tanta necessidade, a Globo decidiu renovar o contrato de Iozzi por mais de três anos. O salário da celebridade também é de dar inveja. Os R$ 100 mil obviamente fizeram crescer o olho de muita gente. O salário, alto para nós meros mortais, mas se equipara a outros comunicadores do entretenimento, como Zeca Camargo, Patrícia Poeta e outros, que ganhariam a partir dessa faixa salarial. 

No entanto, nenhum deles tem a coragem e o aval para criticar a própria programação da emissora, assim como ela faz e muito bem.

Publicidade

Nesta sexta-feira, 18, por exemplo, ao perguntar o nome de um dos participantes do 'The Voice' e demorar para ter uma resposta, a apresentadora disse que ninguém estava assistindo o reality. 

As farpas de Monica também são enviadas para William Waack, Tiago Leifert e Fausto Silva, que como outros, já entraram na lista de brincadeiras da comunicadora. O jornalista do 'Jornal da Globo', por exemplo, já foi chamado curiosamente de "Coruja". Tal fato gera desavenças. Tatá Werneck é um das que não se "bicaria" com Iozzi.