Ser esposa ou esposo de celebridades não é uma tarefa fácil. É preciso ter paciência e aguentar um tranco de informações, muitas vezes fãs afoitos e até ameaças criminosas. É isso o que a mulher do cantor de forró Wesley Safadão está passando neste momento. Thyane Dantas usou uma rede social para revelar que está recebendo mensagens difamatórias  através da internet. 

Não suportando mais tais mensagens, Thyane decidiu compartilhá-las com seus seguidores, fazendo um alerta. Ela revelou que nos últimos três anos está buscando algum tipo de punição na justiça e disse que os crimes na internet são cometidos por um grupo de pessoas.

Publicidade
Publicidade

Segundo informações da esposa de Wesley Safadão, a maioria delas seriam "fakes", mas também existem os famosos "haters", internautas que só pregam o ódio nas rede sociais.

Segundo a esposa do forrozeiro, que hoje tem o cachê mais alto do país, chegando a receber até R$ 700 mil por apresentação (mesmo em período de crise), o pior de tudo seria que essas pessoas conseguem fazer barulho, formando opinião e prejudicando assim sua vida. Disseminando informações falsas sobre Thyane e o marido, esses "haters" publicariam situações irreais, fazendo assim posts caluniosos e difamatórios. 

Revoltada, a esposa do famoso disse que muitas pessoas chegam a ficarem espantadas com tantos absurdos que leem. Dentre as situação, alguns boatos envolvendo o nome de Wesley Safadão, crianças e conteúdos abusivos.

Publicidade

Depois das ameaças, Thyane revelou que precisou procurar a #Justiça para ver se conseguia que os ataques parassem.

Uma das mulheres que envia mensagens para Thyane teve alguns dos recados expostos pela própria mulher de Safadão no Instagram. Segundo a denunciada, ela poderia conseguir até acabar com a carreira do cantor.

Thyane disse que sua paz não valia esse tipo de coisa, mas que estava fazendo o desabafo para que todos tomassem o conhecimento da verdade. A publicação seria para conscientizar os seguidores de Safadão, fazendo com que eles parem de julgar sem saber o que realmente aconteceu.  #Crime