Neila Medeiros foi de 'grande salvação' do #SBT para 'artigo dispensável' do canal. Em apenas dois anos, a emissora de Silvio Santos mudou o discurso, deixando de exibir chamadas na qual a jornalista aparecia sendo a grande 'arma' capaz de vencer Marcelo Rezende, da Record, e Datena, da Bandeirantes.

O programa de Medeiros, de fato, não deu certo. Ela chegou a ser dispensada pelo canal, mas foi recontratada e agora voltará para Brasília. Na região, ela era responsável por altos índices de audiência, colocando o SBT em primeiro lugar. A partir de fevereiro, a profissional da mídia voltará a comandar o noticiário local, mas, para que isso fosse possível, outra apresentadora e alguns profissionais foram demitidos. 

De acordo com informações de uma reportagem assinada por Daniel Castro, publicada nesta quinta-feira, 10, as demissões e a volta de Neila Medeiros à Brasília geraram protestos.

Publicidade
Publicidade

Uma das prejudicadas será Williane Rodrigues, que sairá do telejornal de meio dia e irá para o da noite, o 'Jornal do SBT Brasília'. Já Alessandra Castro sairá da emissora, ficando desempregada. Ela dividia a bancada do noticioso noturno com Alex Gusmão.

A equipe da 'TV que compartilha alegria' não aceitou bem a volta de Neila, especialmente porque ela foi imposta pela matriz e por Silvio Santos. Outro fato que revoltou a equipe de Brasília foi que os atuais apresentadores conseguiram elevar ainda mais a audiência dos noticiosos. Trocar alguém que consegue bons resultados por outra pessoa, que tecnicamente não deu certo, não está sendo fácil de ser engolido pelos profissionais da emissora local. 

Medeiros conseguiu fracassar e extinguir dois telejornais, o 'SBT Notícias' e o 'Notícias da Manhã'.

Publicidade

Ela foi demitida em junho, mas recontratada praticamente no mesmo dia. Segundo um profissional (que preferiu não ser identificado), demitido do SBT em São Paulo na época em que a jornalista foi recontratada, o salário de Neila pagaria muito bem dez repórteres televisivos.

Não há a informação se o suposto alto salário da jornalista será mantido também em Brasília.  #Famosos #Comunicação