Scooter Braun foi o grande responsável por todo o sucesso de Justin Bieber e foi o empresário que não deixou o jovem cantor de morrer vítima de todo seu sucesso. Segundo informa o site “Hollywood Life”, as últimas declarações do famoso empresário musical garantem que se não fosse sua decisão de não fazerem um tour em 2013, o canadense teria morrido, por causa de seus vícios e comportamentos problemáticos. Ciente do que se estava passando com #Justin Bieber, Scooter não permitiu que isso acontecesse, mesmo tendo perdido muito dinheiro com essa decisão.

“Quando eu vi ele seguindo pela direção errada eu comecei me preparar.

Publicidade
Publicidade

Eu fiz vários contratos onde ele estava protegido para os próximos anos. E preparei também a minha empresa, porque eu nunca poderia fazer com que o Justin trabalhasse. Ele queria muito fazer o tour, mas eu não podia deixar ele fazer isso, ele podia ter facilmente morrido”, revelou o ainda empresário do cantor ao jornal “The New York Times”.

Corria o ano de 2013 quando essa decisão, que pode muito bem ter salvado a vida de Justin Bieber, foi tomada por Scooter Braun que, apesar de todos os problemas nos últimos anos, nunca abandonou seu menino, cumprindo assim uma promessa que tinha feito à mãe de Justin Bieber, quando ligou pela primeira vez para sua casa, após ter visto pela primeira vez os vídeos das suas músicas no “Youtube”, quando ele ainda tinha 14 anos de idade.

A partir desse momento, a fama de Justin Bieber subiu rapidamente até que, por volta de 2012, as más influências e a enorme pressão à sua volta levaram a que o jovem canadense se viciasse em drogas e álcool.

Publicidade

Com essa revelação arrepiante, Scooter Braun acabou admitindo que o cantor estava tão mal que ele acabou temendo por sua vida, tomando uma decisão que muitos empresários, na tentativa de obter lucro a todo o custo, não teriam. Por isso mesmo, nas redes sociais muitos “beliebers” agradeceram ao empresário por ter sempre tomado conta do seu ídolo, nunca abandonou o artista, nem mesmo quando o mesmo não estava trabalhando. #Famosos